Mercedes-Benz e Grunner lançam Axor 3131 autônomo que opera 24 horas no Brasil

A Mercedes-Benz anuncia nesta semana, durante o 67º Salão Internacional de Veículos Comerciais – IAA 2018, o primeiro pesado da montadora com direção autônoma a ser utilizado numa operação diária regular no Brasil.
Fruto de uma parceria exclusiva entre a montadora alemã e Grunner, empresa de tecnologia para o campo, o Axor 3131 8x4 já opera 24 horas por dia na colheita da cana-de-açúcar no interior de São Paulo, região considerada a maior produtora do País.
“Unimos o conhecimento agrícola da Grunner e a expertise da Mercedes-Benz em caminhões fora de estrada para desenvolver um produto de avançada tecnologia e excelente desempenho e produtividade no transbordo de cana picada”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Como resultado, a solução da Grunner é aplicada com exclusividade nos caminhões da nossa marca, que atenderam plenamente às demandas do nosso parceiro. Ou seja, não somente As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve. A Mercedes-Benz ouve também o campo. Aliás, ela ouve, faz e entrega o produto e a tecnologia que o cliente nos pede”.
“Nossa equipe no Brasil desenvolveu esse excelente recurso de conectividade, que prova nossa liderança indiscutível no campo de condução e conectividade. Esse veículo mostra que a Mercedes-Benz do Brasil está no caminho certo. Nossa equipe está preparada para a chegada de tecnologias avançadas - quando o mercado estiver pronto e os clientes solicitarem esses recursos, estaremos prontos para entregar”, destaca Stefan Buchner, chefe mundial da Mercedes-Benz Trucks.
24 horas por dia de operação 
Equipado com um moderno sistema de GPS e georreferenciamento combinado com o piloto automático, o novo Axor 3131 atua lado a lado com as colhedoras de cana, também de condução autônoma, com velocidade média de 6 km/h na área da colheita.
Após o fim do carregamento, o motorista reassume a direção do veículo, conduzindo-o até a área de transbordo. Ou seja, o papel do motorista continua sendo indispensável no segmento sucroalcooleiro e seguirá sendo desempenhado em conjunto com a automação. 
“Essa operação inédita realizada com o Axor 3131 de direção autônoma vem ocorrendo durante 24 horas por dia na Agro Cana Caiana, na região de Lençóis Paulista”, informa Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “A utilização de caminhão, em substituição a tratores, agiliza o processo de transbordo dentro das fazendas, trazendo mais produtividade, menos consumo de combustível e menor custo operacional”.
De acordo com o executivo, a solução é tão eficiente e rentável que já começou a conquistar outros clientes do setor canavieiro. “Mais 16 caminhões Axor 3131 de direção autônoma foram negociados neste mês para realizar a operação de colheita de cana, o que já é o primeiro fruto da parceria da Mercedes-Benz com a Grunner”, destaca Roberto Leoncini.
Vantagens operacionais 
Se comparado aos tradicionais tratores utilizados no transporte da cana-de-açúcar no momento da colheita, o novo Axor 3131 autônomo garante uma redução de até 50% no consumo de combustível, 40% no consumo de lubrificantes e 30% no custo de reparo e manutenção.
“Depois de vários estudos, chegamos à conclusão de que o caminhão é a melhor solução para acompanhar a colhedora na colheita da cana. O veículo nos dá mais agilidade no transbordo do que um trator e exige menor custo operacional. Além disso, aplicamos no caminhão a tecnologia da direção autônoma, o que trouxe muito mais precisão ao processo de colheita e transbordo”, explica Mateus Belei, sócio-proprietário da Agro Cana Caiana e diretor comercial da Grunner Tec. “Para fechar o pacote com chave de ouro, aplicamos a tecnologia no Axor 3131, contando com a parceria da Mercedes-Benz na criação do caminhão para essa aplicação. O resultado foi espetacular”.
A central de operações da Agro Cana Caiana cria, em seus computadores, as rotas de produção por meio de georreferenciamento, controlando a colhedora e o caminhão no campo via satélite. “Com alta precisão de centímetros, o caminhão só circula por onde o sistema indica, aumentando assim a produtividade da operação. Com uma bitola maior, até 3 metros, o caminhão opera sem passar por cima das áreas de plantio, preservando o solo e os brotos das futuras plantas”, completa Henrique Belei, sócio-proprietário da Agro Cana e diretor de engenharia da Grunner Tec.

Ficha Técnica - Axor 3131
· Antenas do GPS georreferenciado.
· Piloto automático integrado ao GPS para a direção autônoma.
· Display do sistema GPS junto ao painel de instrumentos do motorista.
· Instalação de 2º eixo direcional na parte dianteira, tornando o veículo, que sai de fábrica na versão 6x4, num caminhão canavieiro 8x4, com mais capacidade de carga e mais estabilidade. Aumento da capacidade de carga líquida para 40 m³ (18 toneladas): 4 transbordos completam a carga de um treminhão.
· Adequações para o alongamento das bitolas dianteira e traseira para 3 metros.
· Suspensão mista (metálica/pneumática) na dianteira e na traseira. A suspensão auxiliar pneumática realiza o nivelamento automático do caminhão em lugares com declive, aumentando a estabilidade do veículo e proporcionando mais segurança à operação.
· Pneus de alta flutuação, ideais para evitar compactação do solo nas operações no canavial.
· Grade de proteção dianteira.
· Protetor de cárter.
· Kit de proteção contra palha no motor, câmbio e caixa de bateria.
TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário