Transvip Brasil investe no transporte de cargas especiais

Não é novidade pra ninguém que o número de roubo de cargas aumenta a cada ano. O número de ocorrências de roubo de carga no país cresceu 86% em cinco anos, de acordo com um estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Inclusive, o Rio De Janeiro é o Estado que mais registra roubos.
Buscando contribuir com a diminuição desses números, a Transvip Brasil, empresa de transporte de valores, segurança patrimonial, vigilância e gestão de caixas eletrônicos, investe no transporte de cargas especiais para oferecer mais tranquilidade aos seus atuais e futuros potenciais clientes. A companhia traz a experiência em segurança já reconhecida no transporte de valores para o mercado de transporte de cargas com alto valor agregado.
A empresa investiu, há alguns anos, na compra de carretas blindadas e desenvolveu um modelo de negócio que garante que a mercadoria chegue ao seu destino em segurança. Atualmente, a transportadora oferece um pacote completo de serviços que visam dar mais tranquilidade ao cliente.
É um processo que se traduz em segurança desde o fechamento do negócio até a entrega dos produtos. "Possuímos uma solução completa de transporte de cargas com alto valor agregado. A Transvip atua com um modelo de negócio mais seguro e barato, mantendo a eficiência do serviço", afirma o diretor da Transvip Brasil, Marcos Guilherme Cunha.
Isso é possível porque nas outras transportadoras é comum o cliente ter que pagar o transporte, a escolta armada, o gerenciamento de risco, além de contratar vários caminhões para realizar as viagens. Na Transvip todos os serviços são agregados, ou seja, não é necessário contratar escolta armada ou escolher um seguro. "O cliente paga um valor e recebe toda a garantia de que seu produto chegará ao destino, além disso, ele também conta com um seguro já agregado ao valor da contratação que pode chegar a R$ 12 milhões", conta.
A Transvip tem uma operação que conta com rastreamento do veículo via satélite com GPS, sistema de vídeo monitoramento, botão de pânico que envia informações a central sobre qualquer perigo, fechadura randômica, sensores de portas e sirenes e equipe armada com quatro vigilantes que viagem dentro do veículo. "Por esses e outros motivos a empresa nunca registrou nenhum sinistro nesse tipo de serviço", finaliza o diretor.
Esse ano, a empresa tem como meta investir ainda mais. A transportadora injetou cerca de R$ 6 milhões na compra de novas carretas e de outras tecnologias de segurança. Além disso, a Transvip Brasil planeja oferecer já neste ano serviços de transporte com bitrens, que comportam mais produtos já que têm uma capacidade de carga maior.
FONTE: Divulgação 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário