Mulher na Estrada: Conheça a responsável pelo transporte dos implementos Librelato

Catarinense de 57 anos, divorciada e mãe de quatro filhas mulheres, Maria Delaide Zanatta, é mais uma caminhoneira que segue dirigindo pelas estradas brasileiras, a sonhada profissão que almejara ainda quando criança foi motivada por seus pais, Ivo Raimundos Zanatta e Josefina Zanatta. Dona Maria conta que na sua infância viajava com eles e que ambos se revezavam no carregamento de suínos.
Maria Delaide casou-se com caminhoneiro, foi ai então que colocou seu sonho de criança em prática revezando a direção. Ainda casada, Delaide foi a primeira mulher brasileira a ter carteira de categoria E. A caminhoneira divorciou-se e continuou a profissão dirigindo sozinha pela estrada.
O primeiro caminhão de Delaide, após começar a dirigir sozinha como motorista profissional, foi uma mercedes 1113, logo depois passou para carretas de cargas pesadas e hoje trabalha como transportadoras de implementos para a empresa SVD Transportes.
“Não tenho problemas com ninguém, convivo em média com 150 motoristas nas viagens, mas eu me dou o respeito e o pessoal me espeita também. O que eu mais gosto de fazer é viajar; meu dia a dia é uma correria, um leva e traz de implementos, e hoje estou novamente aqui na Librelato realizando mais uma operação de entrega de produto”, conta a motorista.
FONTE: Librelato 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

7 comentários:

  1. Essa é a Maria, bruta, rustica e delicada, hehe.

    ResponderExcluir
  2. Show eu tiro o chapéu pra essas guerreiras

    ResponderExcluir
  3. Essa sim representa nossa classe de motorista, parabéns

    ResponderExcluir
  4. Com muita admiração e orgulho conheci a Pretinha conduzindo um ônibus da Marcopolo, enfim para minha surpresa uma colega de muita capacidade e responsa.parabens amiga, estamos na estrada por amor.

    ResponderExcluir
  5. Nós não somos de cristal,somos é corajosas,mas ainda assim delicadas!

    ResponderExcluir
  6. Gente como faço pra fazer parte dessa equipe
    Amo dirigir admiracao total as mulheres que vivem desses giganres do transportes

    ResponderExcluir