Engatei a carreta, mas será que o ABS está funcionando?

Agora que o motorista está mais familiarizado com a sinalização a respeito do funcionamento do ABS no painel do caminhão, já que caminhões com ABS de fábrica começaram a ficar mais populares há cerca de dez anos, chega o próximo passo. Ainda é pouco conhecida a sinalização de funcionamento do ABS no semirreboque e em relação às diferentes combinações veiculares. A WABCO, fornecedora global líder em tecnologias e serviços que melhoram a segurança, a eficiência e a conectividade de veículos comerciais, dá dicas sobre os sinais luminosos do cavalo mecânico e da carreta.
No Brasil, é recente o semirreboque sair de fábrica com o ABS. Além disso, o motorista nem sempre sabe que tipo de combinação de veículos terá de fazer para entregar a carga. “A situação ideal para a segurança nas estradas é ter cavalo e carreta com ABS, os dois com sistemas integrados. Assim, o motorista tem todas as informações no painel de instrumentos, que recebe os dados dos sistemas, por meio do cabo espiral que conecta o veículo trator ao rebocado”, diz Osmar Lopes, coordenador de assistência técnica e treinamento da WABCO e responsável pela WABCO Academy América do Sul. E se o motorista tiver de acoplar um cavalo sem ABS a uma carreta com?
Como saber se o caminhão ou a carreta tem ABS? Esta é uma dúvida primordial. Basta entrar na cabine e olhar se há no painel luzes com o símbolo ABS. Havendo uma só, o cavalo tem ABS. Especificamente para carreta, tome a posição ao volante e olhe pelo retrovisor para localizar uma lâmpada adicional, de cor verde. Observar as luzes é importante porque elas sinalizam duas situações. Quando pisca – acende e apaga –, significa que o sistema está inicializando uma checagem automática, que ocorre normalmente, e indica que o sistema ABS está funcionando corretamente. Quando a luz do ABS permanece acesa, sinaliza que o sistema apresenta alguma falha e necessita de checagem ou precisa de manutenção. A sinalização sobre o funcionamento do ABS é similar aos demais sinais luminosos utilizados nos painéis dos veículos automotores.
Em relação às dúvidas sobre combinações de veículos, no caso de acoplar um caminhão sem ABS a semirreboque com ABS, a luz de advertência está montada somente no semirreboque e, para visualizá-la, é necessário acionar a luz do freio da combinação. O motorista deve manter pressionado o pedal do freio por pelo menos dez segundos, de maneira que o sistema permaneça acionado e que as lanternas de freio do semirreboque se acendam. Na sequência, observar a luz verde do ABS da carreta que deverá estar apagada, indicando que o sistema ABS está operante. Para combinações veiculares em que o caminhão está equipado com ABS, o painel de instrumento apenas informa a situação do ABS do caminhão e o motorista, na hora de dirigir, precisa lembrar que a carreta não tem a tecnologia.
Também há caminhoneiros que acham que ao fazer a verificação de funcionamento do ABS com o pedal estão realizando a regulagem ou o auto-ajuste de todo o sistema de freio. Não há nenhuma relação com a regulagem ou o auto-ajuste do freio. O ciclo serve apenas para a verificação do funcionamento dos componentes ABS.
Em caso de dúvidas, a WABCO recomenda a consulta a um profissional de uma oficina Service Partner, da rede com mais de 160 postos de serviços, com mecânicos treinados e especializados em sistemas de freios. Manter o sistema de freio funcionando e com a manutenção em dia é fundamental para a segurança no trânsito. Isto é simples, basta seguir as instruções do fabricante do veículo para realizar as manutenções preventivas, feitas com peças originais e nas oficinas credenciadas. Antes de pegar a estrada, certifique-se de que todos os sensores estejam devidamente conectados nas rodas, os cabos espirais também conectados e preste atenção aos sinais luminosos.
O ABS é mais um recurso de segurança para auxiliar o motorista na condução do veículo. A tecnologia proporciona frenagens mais seguras. No sistema antitravamento de roda, a principal função é garantir a segurança e também a dirigibilidade durante as frenagens independentemente das condições da pista (se está com óleo, água ou sujeira, por exemplo). O monitoramento do controle da pressão do freio é realizado todo o tempo em que o veículo estiver em movimento e sempre que o motorista acionar o freio de serviço – o que pode ser feito pisando no pedal ou usando a válvula de freio do reboque. Por meio dos componentes do ABS, a pressão pneumática liberada será controlada de maneira a garantir a eficiência do freio, evitando o travamento e assegurando a dirigibilidade, por contribuir na mitigação de derrapagens e do efeito L ou efeito-canivete (giro da parte traseira do semirreboque sobre o cavalo em frenagens bruscas). Normalmente, a distância necessária até a parada total do veículo com segurança também pode ser reduzida. Além de maximizar a eficiência do freio, uma vantagem importante para o caminhoneiro ou frotista é que, comprovadamente, o ABS faz com que diminua o desgaste dos pneus, contribuindo para reduzir o custo da operação.
As soluções de ABS da WABCO estão presentes mundialmente em caminhões, ônibus e semirreboques, com suspensão pneumática ou de molas, inclusive para veículos especiais como rodotrens, bitrens e demais configurações brasileiras. A WABCO também fabrica sistema eletrônico de freio (Electronic Braking System – EBS) para semirreboques, além de um conjunto de tecnologias inteligentes e inovações de produto que ajudam a tornar os veículos comerciais mais seguros e eficientes. São produtos imprescindíveis para segurança veicular, para conforto e eficácia do motorista e para a eficiência no transporte de passageiro ou carga.
Por meio da WABCO Academy, profissionais podem se especializar, fazendo treinamentos que reúnem conhecimentos e habilidades para manter os veículos econômicos e seguros na estrada. Os treinamentos mostram como utilizar softwares, hardwares e equipamentos necessários para realizar trabalhos de diagnóstico em sistemas WABCO. Para o mercado de reposição, a WABCO Academy oferece duas modalidades de treinamentos no Brasil. Os cursos presenciais são realizados em Sumaré, no interior do estado de São Paulo, ou em outras regiões, como Belo Horizonte, Santa Catarina e Recife. A modalidade e-learning traz a facilidade do ensino a distância para o profissional fazer via internet, no lugar e na hora que quiser.
FONTE: Wabco
FOTO: Wagner Caminhões 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário