Empresas investem em veículos mais seguros para o transporte de cargas

O roubo de cargas em todo o Brasil causa um prejuízo milionário. Em 2017, apenas no estado do Rio de Janeiro, este tipo de incidente movimentou o valor de R$ 861,7 milhões, crescimento de 39.1% em relação à 2016 (R$ 242,2 milhões), segundo levantamento da MC2R Inteligência Estratégica.
O aumento nas estatísticas deste tipo de crime tem impactado nos investimentos de empresas transportadoras de cargas e valores. A Transvip Brasil, empresa de transporte de valores, está ampliando a frota de veículos que atualmente conta treze veículos de transporte de valores, entre eles, carretas blindadas e caminhões.
“Aguardamos a entrega de 10 caminhões blindados, com a perspectiva de aumentar ainda mais esse número. Investimos cerca de R$ 5 milhões neste projeto para 2018, com a compra de novas carretas e de outras tecnologias de segurança”, afirma o diretor geral da Transvip do Brasil, Marcos Guilherme Dias da Cunha.
A empresa irá destacar as novas aquisições na Intermodal South America, que acontece de 13 a 15 de março no São Paulo Expo, na capital paulista. Segundo o diretor geral da Transvip Brasil, além da blindagem, entre as medidas de segurança reforçadas, estão o rastreamento por GPS e via satélite, desde a coleta dos produtos até a entrega, o sistema de vídeo de monitoramento, botão de pânico, fechadura e sensores de portas.
Outra empresa do segmento de transporte de valores e carga que investiu no último ano foi a Prosegur. “Em 2017, investimos R$ 4,3 milhões em novos caminhões Rodotrem e Truck. O caminhão Rodotrem MB 2644 AXOR é o maior de transporte de mercadorias de alto valor agregado da América Latina, indicado para o deslocamento de medicamentos, celulares, eletroeletrônicos e cigarros. O veículo é composto por um cavalo mecânico blindado e equipado com tecnologia de segurança de ponta embarcada”, afirma o diretor comercial e de estratégia da Prosegur Cash, Sergio França.
A Prosegur, também expositora da Intermodal, pretende ainda em 2018 ampliar o atendimento das operações de cargas fracionadas, coletas e entregas de volumes menores, utilizando a estrutura de carros-fortes que são ideais para cargas de pequeno porte. “Para a divisão de Cargas Especiais, vamos adquirir novos equipamentos, ferramentas e sistemas de gestão de transporte”, afirma França, que comenta ainda: “Além disso, uma importante novidade será apresentada ao longo do ano”.
Encontro do setor 
Os desafios e as tendências do transporte de cargas no Brasil serão discutidas na XXI Conferência Nacional de Logística (CNL), organizada pela Associação Brasileira de Logística (Abralog) e que acontece, pela primeira vez, durante a Intermodal South America.
O evento que é o principal das Américas de Logística, Transporte de Cargas e Comércio Exterior, reúne empresas nacionais e internacionais. A expectativa UBM Brazil, responsável pela organização da feira, é de que 33 mil profissionais, em sua maioria representantes de embarcadores dos mais diversos setores da economia, armazéns, condomínios logísticos, operadores, tradings e empresas em geral participem do encontro.

Sobre a Intermodal South America 
A Intermodal South America é o maior evento das Américas direcionado para os setores de logística, transporte de cargas e comércio exterior. Realizada há mais de 20 anos, a feira é considerada uma plataforma de negócios que reúne, em três dias, os principais players do setor com o objetivo de fomentar negócios e parcerias e dar suporte ao desenvolvimento e aprimoramento tecnológico dos segmentos que congrega. Em sua última edição, reuniu mais de 400 marcas expositoras de 22 países e atraiu mais de 33 mil profissionais. Em 2018, a Intermodal acontece em nova data e em novo local, de 13 e 15 de março, das 13h às 21 horas, no São Paulo Expo, em São Paulo (SP).
FONTE: Divulgação 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário