Martin Brower é destaque no IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência

A Martin Brower, empresa de inteligência em soluções para cadeias de abastecimento, mais uma vez recebe um prêmio pelo comprometimento que mantém em relação aos seus colaboradores. A companhia é uma das 15 finalistas premiadas da categoria Grandes Empresas do IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência, promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
O prêmio nasceu para dar visibilidade às boas práticas relacionadas à inclusão profissional de pessoas com deficiência, além de estimular as organizações a aperfeiçoarem os programas relacionados à diversidade. No caso da Martin Brower, um dos fatores para conquistar uma boa posição no ranking foi o trabalho de construção de relacionamentos com respeito, integridade e confiança. A multinacional promove diversas ações e programas para que as pessoas mostrem seus potenciais, alcancem seus objetivos e sintam orgulho de fazer parte da equipe.
“Ganhar este prêmio é muito estimulante, pois trata-se do resultado de um trabalho sério feito com dedicação, além de ser uma felicidade imensa”, comemora Eniale Maion, diretora de Recursos Humanos e Comunicação Corporativa da companhia. “Na Martin Brower, nós valorizamos as diferenças das pessoas e acreditamos que isto agrega valor à equipe tornando-a mais completa e enriquecida com os diversos pontos de vista. Por isso, nós desenvolvemos projetos sobre a diversidade de forma geral”, complementa.

Projetos de Inclusão Social (PCD) Martin Brower
Para os colaboradores com deficiência, a Martin Brower possui um programa especial de contratação. “Firmamos uma parceria com o SENAI para oferecer um programa de capacitação administrativa, com duração de seis meses”, conta Eniale. O curso contou com aulas de logística, administração, qualidade, entre outras relacionadas à área de atuação da multinacional. “Nós abrimos mais vagas do que o necessário para compor o quadro de colaboradores da empresa, com o objetivo de qualificar a maior quantidade possível de pessoas com deficiência para o mercado”, conta.
Daniela Ferreira, analista de recursos humanos da Martin Brower e idealizadora do projeto, diz que tudo começou com a necessidade de agregar valor social. “Com o SENAI, conseguimos mostrar a capacidade dos profissionais para o mercado, além de ajudar na luta contra os estigmas relacionados às possíveis limitações das pessoas com deficiência”, ressalta. “Na Martin Brower, o nosso diferencial é o diálogo sobre a diversidade. Nós oferecemos um espaço para discussão mensal na empresa com o objetivo de abrir novos horizontes sobre todos os tipos de diversidade”, complementa.

Sobre o prêmio
A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência avaliou as empresas em parceria com o Centro de Tecnologia e Inclusão – CTI. Ao todo, 71 companhias fizeram a inscrição para concorrer ao prêmio, que foi dividido em quatro categorias: Grandes Empresas; Micro, Pequenas e Médias Empresas; Empreendedores com Deficiência; Empresas Estrangeiras.
Os participantes foram avaliados pela promoção da política dos direitos da pessoa com deficiência, igualdade de oportunidades, disponibilidades materiais e psicológicas, grau de sustentabilidade dos projetos, potencial de reaplicação e multiplicação das iniciativas. No caso das grandes empresas, o cumprimento da legislação (Lei de Cotas) também foi analisado. A cerimônia de entrega dos troféus ocorreu em 07 de dezembro, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Sobre a Martin Brower
Fundada há 60 anos nos Estados Unidos e atuando no Brasil desde 1982, a Martin Brower é uma empresa de inteligência em soluções para cadeias de abastecimento. Pertence ao Grupo americano Reyes Holdings desde 1998 que, com foco na área de distribuição para os mercados de foodservice e bebidas, ocupa a posição de uma das maiores empresas privadas dos EUA.  É detentora exclusiva da distribuição das principais redes de restaurantes do Brasil, entre elas: McDonald's, Bob's e Subway®. Por ano, distribui mais de 503 milhões de caixas de alimentos para mais de 20.400 restaurantes com 67 centros de distribuição, sendo 7 deles no Brasil, localizados nas regiões sul, sudeste e nordeste.
FONTE: Divulgação 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário