Scania amplia linha rodoviária com os novos modelos R450 e R510

Antecipando as novidades que serão apresentadas na Fenatran 2017, a Scania relevou na última semana a chegada de dois novos motores para a linha rodoviária do mercado brasileiro. O lançamento reforça o comprometimento da marca com a evolução contínua de seus produtos e a redução do custo total de operação das transportadoras.
Com potências de 450 e 510 cavalos, os novos motores são a evolução do propulsor de 13 litros, tendo como foco a rentabilidade, priorizando a economia de combustível e o melhor desempenho, com a maior velocidade média da categoria.
“As duas novas potências chegam para complementar a atual linha rodoviária comercializada no mercado. Toda nossa operação está focada em mais rentabilidade aos transportadores. A economia de combustível é de até 5% em relação à versão atual”, explica Eronildo Santos, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Scania do Brasil. “Oferecer caminhões com otimização do custo da operação está totalmente alinhado com o objetivo da Scania. Rapidamente, os clientes poderão perceber a diferença na economia e no desempenho, além de outras melhorias da nova linha.”
Com seis cilindros em linha e a versão com 450 cv atinge a potência máxima a 1.900 rpm, com torque de 2.350Nm disponível entre 1.000 a 1.300 rpm. Já na versão de 510 cv, o pico de potência é a 1.900 rpm, e o torque máximo de 2.550Nm está entre 1.000 a 1.300 rpm.
Com o lançamento dos novos motores, a Linha R (Highline e Streamline) para o uso rodoviário passa a contar seis potências, sendo as duas novas em complemento às quatro atuais de 360cv, 400cv, 440cv e 480cv. 
Segundo a montadora, a diferença de preço do R440 para o R450 será de apenas 4%, valor que será rapidamente compensado ao longo da operação, já que um dos grandes destaques da nova linha de motores é a redução de até 5% no consumo de combustível.
Além de serem apresentados na Fenatran 2017 – Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, que acontece entre os dias 16 e 20 de outubro, os novos modelos R450 e R510 já estarão disponíveis para aquisição, com entregas previstas a partir de 2018.
Motores em constante evolução
Destaca-se nos novos motores o menor consumo de combustível, nível de ruído e emissões, mas para se obter essas características novas tecnologias de alta pressão de injeção de diesel e com múltiplos pontos foram desenvolvidas. 
redução de até 5% no consumo de combustível é resultado de uma combustão mais eficiente, capaz de aumentar a potência e o torque, sem exceder as emissões e o gasto de diesel. Outro benefício é a redução do desperdício de combustível como fuligem, partículas no escape e depósitos no propulsor.
Outra novidade está na matéria-prima utilizada na construção dos blocos. A partir de agora os motores são produzidos em CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Apesar de mais robusto e resistente, o novo motor continua leve, o que proporciona um melhor desempenho do veículo.
A nova linha de motores recebeu ainda melhorias no sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva), ons cabeçotes, nas tampas de válvulas, no sistema de filtragem de combustível, nas bombas de baixa e alta pressão e nos tanques de ARLa 32, que agora estão disponíveis em três litragens diferentes, 45l, 80l ou 105l. A novidade atende um antigo pedido dos transportadores. 

TEXTO: Lucas Duarte

 Receba por Email

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário