Crescimento de exportações da MAN Latin America deve acelerar com novo ciclo de investimentos

Os planos de investimento de mais R$ 1,5 bilhão nos próximos cinco anos foram os grandes anúncios da sexta convenção de importadores da fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN. Na última semana, representantes comerciais das marcas em diferentes países da América Latina e África estiveram na fábrica de Resende (RJ) para conhecer o programa de expansão da montadora e seus lançamentos, além de alinhar os objetivos para os próximos anos.
“Temos uma meta clara: estar entre os maiores e melhores da indústria mundial de caminhões e ônibus. E já comprovamos que somos um grande player nesse cenário com produtos de qualidade e nossos volumes crescentes de vendas. Traçamos um plano forte de expansão da nossa marca Volkswagen Caminhões e Ônibus e nossos importadores são protagonistas nessa estratégia”, afirmou Marcos Forgioni, vice-presidente de Vendas & Marketing – Mercados Internacionais.
Para fazer frente a esses desafios, os importadores contaram com apresentações detalhadas de produtos que têm potencial para apoiá-los em seus avanços nos seus mercados e puderam checar de perto os últimos lançamentos da marca. “Temos caminhões e ônibus sob medida para as demandas de nossos clientes e, com nosso novo ciclo de investimentos, vamos garantir o futuro da Volkswagen Caminhões e Ônibus e dos negócios de nossos parceiros”, ressaltou Forgioni.
Os importadores também puderam testar esses produtos estratégicos no novo campo de provas da MAN Latin America, estreado pela primeira vez. Desenvolvido em 35.500 metros quadrados e com avançada estrutura de engenharia, o empreendimento permite certificar e validar componentes como trem de força, sistemas de freio e direção, suspensão e chassi para assegurar sempre o padrão de qualidade e robustez que são marcas da VWCO e da MAN.

Crescimento de vendas
O volume de exportações da MAN Latin America está com um saldo bastante positivo: 6,7% de aumento nos primeiros 11 meses deste anos em relação ao mesmo período de 2015, de acordo com os dados da Anfavea. Mercados como México e Chile contribuem para o resultado em caminhões, enquanto a Argentina é o maior destaque do crescimento em ônibus. “O plano é continuar nessa curva ascendente, especialmente com lançamentos de produtos e conquista de novos mercados ou nichos”, explica o executivo.
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário