União Européia investiga cartel de caminhões

A comissão de concorrência da União Europeia está prestes a concluir uma investigação sobre a formação de um cartel entre seis grandes fabricantes de caminhões. Segundo a comissária Margrethe Vestager as montadoras estão sendo acusadas de exercer um controle sobre os acordos comerciais para determinar os preços e limitar a concorrência no setor de veículos pesados. 
Segundo o The Economist, DAF, Daimler, Iveco, MAN, Scania e Volvo-Renault são as suspeitas de fazer parte do cartel, que fixaram os preços do mercado com o uso de diversos artifícios no período de 1997 a 2011, inclusive com o atraso na introdução da tecnologia para diminuir a emissão de gases poluentes.
O caso já havia sido noticiado na imprensa em 2014, através do The Wall Street Journal, mas sem citar das fabricantes envolvidas. Na época a comissária Margrethe Vestager afirmou, "se o caso for provado, temos uma infração muito grave das nossas regras de defesa da concorrência". 
As investigações podem resultar em uma das maiores multas já aplicadas na União Europeia por esse mesmo crime, os valores podem superar a casa de €1,4 bilhão (US$1,8 bilhão). Informações apontam ainda que as montadoras acusadas de participarem do cartel já separaram US$2,6 bilhões para uma eventual multa. 


TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Lá tem LEI e É PARA TODOS, não como aqui no "Lisarb".....................

    ResponderExcluir