Magirus entrega Escadas ao Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro

A Magirus, divisão de veículos de combate a incêndio e defesa civil do Grupo CNH Industrial, entregou ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) duas Escadas Especiais Magirus M42L-AS, produzidas na Alemanha, que serão utilizadas no resgate, combate e prevenção de incêndios ao município que, em agosto, recebe as Olimpíadas. 
As Escadas Magirus M42L-AS, com plataformas giratórias e totalmente automáticas, são as escadas articuladas mais altas no mundo, combinando confiabilidade com os benefícios da articulação em alturas elevadas. Graças a um moderno sistema hidráulico de detecção de carga e estabilização computacional de oscilações, é possível realizar a combinação simultânea de diferentes movimentos durante as operações. Destaque ainda para a adequação e desempenho em ambientes com pouco espaço entre edificações, como acima de linhas elétricas, áreas abaixo do nível em que está a base do veículo, galerias, terraços recuados, entre outros. 
Equipada com o cesto RC 300, que comporta três pessoas e um peso de até 300kg, a Escada conta ainda com um canhão de água acoplável com vazão de 2.500L/min. "O avanço na redução e distribuição de peso do equipamento tornou o veículo mais seguro e proporcionou melhor desempenho, inclusive com ganhos de alcance máximo do cesto nas operações", destaca Marco Mello, diretor da Magirus e da Iveco para veículos de combate a incêndio. 
Os chassis base Iveco, sobre os quais foram montados os conjuntos, contam com motores Euro V de 300 cavalos de potência, tração nas quatro rodas e PBT (Peso Bruto Total) máximo de 18 toneladas. 
Na vanguarda da tecnologia de combate a incêndio, a Magirus oferece uma gama abrangente de veículos, tais como Escadas, Auto Bombas Tanque, Auto Bombas Salvamento, Aeroportuários, Florestais, Anti Motins e Anfíbios, tendo comemorado seus 150 anos de fundação em 2014.
FONTE: Iveco 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário