Facchini

Randon New R

Vendas de Reboques e Semirreboques batem recorde no primeiro mês de 2024

Semirreboque basculante com 4º eixo Facchini
Facchini/Divulgação

Somente no mês de janeiro 7.075 exemplares foram emplacados em todo o Brasil; agronegócio foi o segmento que mais impulsionou as vendas no primeiro mês do ano

Google News
A indústria brasileira de implementos rodoviários encerrou o mês de janeiro obtendo um recorde no volume de Reboques e Semirreboques vendidos em todo o Brasil. De acordo com o balanço oficial da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR), 7.075 exemplares foram emplacados em todo o país no primeiro mês do ano, o que representa uma alta de 8,20% em relação a janeiro de 2023. 

O crescimento na categoria foi impulsionado principalmente pelas empresas atendem ao agronegócio e que estão se preparando para as colheitas e transporte de soja, milho e cana-de-açúcar. “É um começo de ano bastante promissor para os negócios”, comemora José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR.


Entretanto, no segmento de carrocerias sobre chassis, apenas 4.196 unidades foram emplacadas em todo o Brasil no mês de janeiro, queda significativa de 18,01% em relação ao mesmo período do ano passado. Mas ao longo ano, o segmento deverá ser beneficiado pelos investimentos do Governo Federal no PAC (R$ 54 bilhões) e pelo aquecimento do mercado de varejo, através da queda no segmento e alta na renda média. . “Temos um cenário interessante diante de nós que poderá beneficiar também o segmento Leve”, diz Spricigo.

Ao todo, 11.271 implementos rodoviários foram comercializados em todo o Brasil no primeiro mês de 2024, queda de apenas 3,31% em relação ao total comercializado em janeiro de 2023.

Confira na íntegra o balanço oficial da ANFIR: CLIQUE AQUI



NOTÍCIA ANTERIOR PRÓXIMA NOTÍCIA