Caminhão Volkswagen 100% elétrico é escolhido para o abastecimento de aviões em Manaus (AM)

Divulgação

Iniciativa se consagra como a primeira operação de um caminhão elétrico na aviação da América Latina; VW e-Delivery conta com autonomia para 110 km

Google News
O Volkswagen e-Delivery, primeiro caminhão elétrico 100% desenvolvido, testado e fabricado no Brasil, segue se consagrando com uma verdadeiro sucesso no transporte e se posicionando como uma importante alternativa mais sustentável. Prova disso, é a conquista de diferentes operações, como por exemplo, no Aeroporto Internacional de Manaus (MA), local que um exemplar passou a ser empregado no abastecimento de aeronaves.


Resultado de uma importante parceria entre a Pioneiro Combustíveis, a BR Aviation (unidade de negócios da Vibra Energia e marca licenciada da Petrobras) e a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO), o exemplar tem a importante missão de potencializar a descarbonização do segmento da aviação e ainda ajudar a promover o desenvolvimento da Região Amazônica, em linha com as diretrizes estratégicas da BR Aviation e da Pioneiro, de focar em negócios voltados à transição rumo a fontes energéticas mais limpas e renováveis. A iniciativa abre uma possibilidade imediata, de rápida adoção, para reduzir o impacto do setor de aviação no aquecimento global.

"Sabemos que a transformação das aeronaves, seja para uso de combustível verde ou eletricidade, ainda levará algum tempo. O caminhão elétrico é resultado da busca por soluções já disponíveis, com eficácia comprovada e viabilidade econômica e operacional para reduzir as emissões desde já”, afirma Lindi Tambke, CEO da Pioneiro Combustíveis.

"Iniciar uma operação inovadora, com grande potencial de transformação no setor, é a realização de um sonho. Somos apaixonados pela região amazônica e sabemos do grande potencial de repercussão das iniciativas implantadas aqui. Temos em Manaus nossa base operacional, e queremos provar que, se é possível inovar no coração da floresta, isso também é possível nos grandes centros urbanos", explica Rolf de Sousa Tambke, Diretor de Operações da Pioneiro.


Para receber o VW e-Delivery, o Aeroporto de Manaus passou a contar com um carregador com 1 ponto de recarga CCS-2, com potência de saída de 24 kW em corrente contínua. Instalada pela EZVolt, a solução permite o carregamento de 80% da bateria do caminhão em até três horas.

A primeira operação de um caminhão elétrico na aviação da América Latina proporcionará ganhos ambientais nítidos como, a eliminação de CO2 e outras partículas de escapamento, além de garantir um ambiente de trabalho menos ruidoso e mais sustentável nos aeroportos.

A chegada do caminhão elétrico é uma semente para a criação de uma rede de fontes renováveis. Já consigo enxergar o pátio dos aeroportos cheio de caminhões elétricos. Além de contribuir para a descarbonização da aviação, esses caminhões vão fazer a BR Aviation prestar um serviço ainda melhor para os seus clientes”, afirma Rodrigo Mota, diretor de aviação da Vibra”, afirma Rodrigo Mota, diretor de aviação da Vibra.


Sobre o caminhão
O modelo escolhido para operar no coração da Amazônia  é o VW e-Delivery 11, com capacidade de 11,4 toneladas e equipado com motor de tração com potência de 300 kW, três módulos de baterias LFP com 105kWh total, que garantem uma autonomia de até 110 km.

O caminhão também conta com sistema e-PTO, que disponibiliza uma tomada de força elétrica, capaz de fornecer a alimentação necessária para que o motor do e-PTO possa acionar a bomba do sistema de transferência de combustível.

Desenvolvemos um caminhão versátil, que se adapta às mais diferentes operações, como essa em que inovamos no transporte de combustíveis junto com parceiros de peso com a Pioneiro e a BR Aviation, ao mesmo tempo que apoia nossos clientes em suas jornadas de crescente sustentabilidade. Nosso veículo traz uma série de soluções 100% criadas para a realidade de aplicação do nosso país e outros mercados emergentes para dessa forma oferecer o melhor custo operacional”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Serviços da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


Cada caminhão elétrico é capaz de deixar de emitir cerca de 15 toneladas de CO2 por ano, quantia equivalente à neutralização proporcionada por mais de 50 árvores no mesmo período. Além disso, a operação de um veículo elétrico é mais simples, com maior eficiência energética (uma significativa economia em relação a um veículo diesel) e custo de manutenção menor. Destaca-se ainda o alto nível de tecnologia embarcada que permite monitorar todos os detalhes do veículo, como desgaste, horas de uso, além de possíveis problemas técnicos.

"Ficamos muito contentes em receber o primeiro caminhão elétrico aqui em Manaus e ainda mais em saber que um parceiro tão importante como a Pioneiro está alinhado com o nosso propósito de descarbonizar a aviação. A Concessionária dos Aeroportos da Amazônia tem como meta zerar as emissões líquidas de carbono até 2050 e, para tal, precisaremos de iniciativas inovadoras como essa da BR Aviation e da Pioneiro", destacou Karen Strougo, CEO da Concessionária Aeroportos da Amazônia, administradora do Aeroporto de Manaus.

"Tivemos a segurança como primeira condição, e rapidamente percebemos que a tecnologia é altamente segura e confiável. Estamos confiantes de que a experiência e o conhecimento que estamos produzindo em Manaus podem beneficiar, inicialmente, a adoção de soluções semelhantes na região Norte e, em breve, todos os aeroportos do Brasil e das Américas", destaca Rolf de Souza Tambke, Diretor de Operações da Pioneiro.

Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários