Volvo apresenta FM 100% elétrico na Fenatran

Volvo/Divulgação

Volvo FM Electric participará de testes com transportadores brasileiros; modelo conta com 660 cv de potência, PBTC de 44 toneladas e autonomia para até 300 km

Google News
Sinalizando as novas tendências para o transporte rodoviário de cargas nos próximos anos, a Volvo marca presença na 23ª edição da Fenatran, a maior feira de transporte rodoviário de cargas e logística na América Latina, e apresenta ao público um caminhão pesado 100% elétrico, o FM Electric.

Trazer o FM Electric para o Brasil é um importante marco no nosso compromisso com o transporte livre de combustíveis fósseis. A eletrificação do transporte de cargas por caminhões pesados já é uma solução viável na Europa e logo será aqui também”, afirma Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina. 

Desenvolvido para atender com precisão as operações de distribuição urbana e regional, o modelo conta com autonomia para até 300 quilômetros e versões com Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de até 44 toneladas, dependendo do tipo de aplicação. Destaca-se ainda as opções de pacotes de duas a seis baterias (180-540 kWh), suspensão a ar em todos os eixos, e sistema de frenagem com regeneração (recupera a energia quando o freio é acionado). “É uma tecnologia bastante útil e eficiente para operações urbanas, na qual as frenagens e arrancadas são constantes”, declara Alan Holzmann, diretor de planejamento de produto da Volvo Trucks na América Latina.


Já o trem força do modelo é composto por um motor elétrico com potência de 490 Kw (660 cv), combinado com a consagrada caixa de câmbio I-Shift. Ainda segundo a marca, a recarga pode ser feita através de corrente alternada, em estações de abastecimento, ou até mesmo por meio de recargas rápidas em corrente contínua. “Os pontos de recarga são definidos em conjunto com os transportadores, de acordo com o perfil da rota, distância e peso da carga”, explica Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo no Brasil.

Além da zero emissão de poluentes, os caminhões Volvo FM Electric também se destacam pelo baixíssimo nível de ruído, o que o torna uma excelente opção para executar tarefas urbanas e à noite, sem provocar poluição sonora e incômodo em áreas residenciais.

Apesar de não haver uma data oficial para o início da comercialização do modelo no Brasil, a Volvo confirmou oficialmente que em breve, o modelo participará de testes com transportadores brasileiros em diferentes operações.


De acordo com a montadora sueca, o plano de comercialização de caminhões elétricos no Brasil está totalmente alinhado com a meta de reduzir em 50% as emissões de CO2 de seus veículos até 2030 e em 100% até 2040. “Isso passa por várias tecnologias, como motores de combustão cada vez mais avançados, usando combustíveis de origem não fóssil; caminhões elétricos à bateria e caminhões elétricos movidos por células de hidrogênio, para percorrer distâncias mais longas. É uma jornada complexa, mas estamos seguindo globalmente a passos largos em todas essas direções”, assegura Lirmann.

Nossos engenheiros estão continuamente projetando veículos cada vez mais limpos e oferecendo novas formas de melhorar a capacidade de transporte, sempre associando com recursos sustentáveis. O compromisso da Volvo com a sociedade e o planeta é de longa data”, reforça Holzmann.


Postar um comentário

0 Comentários