Caminhoneiros protestam em 220 pontos de rodovias federais nesta terça-feira

PRF/Divulgação

Balanço da PRF confirma protestos em 20 estados e no Distrito Federal; maior número de pontos de bloqueio estão em SC, PR, PA, MT e RO

Google News
Caminhoneiros contrários aos resultados das eleições presidenciais seguem protestando nas principais rodovias federais do Brasil nesta terça-feira, 1º de novembro. As manifestações avançam mesmo após a determinação de liberação de vias dada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). 


De acordo com o balanço mais recente divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado às 10h36 de hoje (01/11), 220 pontos de manifestações de caminhoneiros haviam sido registrados em rodovias federais que cortam 20 estados brasileiros e o Distrito Federal. 


Entre os que tiveram maior número de casos, destaca-se, Santa Catarina com 35 bloqueios, Paraná com 29 pontos de manifestações (11 interdições e 18 bloqueios), Pará com 27 interdições, Mato Grosso com 23 interdições e Rondônia com 15 interdições.

Ainda segundo os números oficiais da PRF, 288 pontos de manifestações foram desfeitos nas últimas horas.

A expectativa é de que um eventual pronunciamento do presidente Jair Messias Bolsonaro defina os rumos das manifestações. 


Postar um comentário

0 Comentários