Scania 65 anos

Preço médio do óleo diesel encerra o mês de julho em R$ 7,78

Divulgação

Litro do combustível já ultrapassou R$ 8,00 nas bombas da Região Norte; Preço do óleo diesel nacional está acima da paridade com o mercado internacional

Google News
Na contramão da gasolina e do etanol, o preço médio do litro do diesel comum encerrou o mês de julho a R$ 7,78, com alta de 4,84% se comparado com o fechamento de junho. Já o diesel S-10 aumentou 4,75% e foi comercializado a R$ 7,88 nas bombas de abastecimento do País. A informação é confirmada pelo mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL).


O preço do diesel já está mais caro que o da gasolina e, desde dezembro de 2021, mês do último recuo identificado, o IPTL não registra nenhum respiro no preço do combustível. No dia 17 de junho, data em que passou a valer o último reajuste no repasse às refinarias para o diesel, o valor do litro disparou nas bombas de abastecimento do País. Quando analisamos a paridade com o mercado internacional, ainda temos uma situação de preço nacional de 10 centavos acima da paridade para o diesel, de acordo com entidades do setor”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

Na análise por regiões,  as médias mais altas para os dois tipos de diesel foram registradas novamente no Norte, a R$ 8,07 o comum e R$ 8,19 o S-10, com acréscimos de 4,78% e 5,08%, respectivamente. Já o litro com o preço médio mais baixo foi registrado na Região Sul, a R$ 7,38 e R$ 7,47, ambos com altas de 5,14%.


Considerando cada estado separadamente, Roraima registrou as maiores médias para os dois tipos de diesel e as altas mais expressivas, no comparativo com junho. O tipo comum aumentou 8,61% e passou de R$ 7,82 para R$ 8,50. Já o S-10, que em junho estava R$ 7,91, sofreu alta de 8,52% e passou a custar R$ 8,58. Somente a Bahia registrou queda no preço dos combustíveis, em relação ao mês anterior, sendo 0,98% para o comum, que passa a custar R$ 7,66, e de 1,41%, para o tipo S-10, que fechou a R$ 7,76.

Os Estados que apresentaram os combustíveis com preços médios mais baixos foram o Paraná, onde o tipo comum foi encontrado a R$ 7,37, com acréscimo de 4,93% no preço; e em Santa Catarina, que comercializou o tipo S-10 a R$ 7,46, com alta de 4,70%.


Postar um comentário

0 Comentários