Fretebras Superior

Preço médio do óleo diesel ultrapassa os R$ 7,00

IVECO/Divulgação
Fretebras Post1

Combustíveis já registram quinta alta consecutiva em 2022; Amapá foi o único estado brasileiro que apresentou recuos nos preços médios

Google News
Novos dados do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) revelam que os primeiros dias de maio, o preço médio do diesel comum passou a ser média de R$ 6,96, com alta de 1,37% em relação ao fechamento de abril. Já o tipo S-10, passou a ser comercializado a R$ 7,08, com acréscimo de 1,29%. Essa já é a quinta alta consecutiva no preço dos combustíveis desde o mês de dezembro, período em que as médias estavam em R$ 5,61 o comum e R$ 5,68 o S-10.

Antes de passar a valer a alta no preço do diesel, anunciada no último dia 9 de maio, o tipo comum estava sendo comercializado nas bombas pelo valor médio de R$ 6,88 e o tipo S-10 a R$ 7,02. Com o reajuste nas refinarias, esses valores já avançaram nas bombas a 1,2% e 1,7% respectivamente, em poucos dias, conforme o levantamento da Ticket Log”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.


No recorte por regiões, o Nordeste ultrapassou a região Norte e passou a comercializar o tipo comum pelo maior preço médio do País, a R$ 7,16, além disso, registrou a maior alta entre as regiões, de 2,79%. A menor média para esse tipo de diesel foi registrada nos postos do Sul, a R$ 6,53.

Já o maior acréscimo para o tipo S-10 também foi registrado nos postos de abastecimento do Nordeste (2,09%). Porém, a Região Norte segue comercializando o litro do combustível mais caro, vendido a R$ 7,30, alta de 0,44%. Já a média mais barata foi encontrada nos postos de abastecimento da Região Sul, a R$ 6,61.

Fretebras Post2

Considerando cada estado separadamente, a Bahia não só se destacou pelas as maiores médias em todo o território nacional para os dois tipos de diesel, como também registrou os maiores acréscimos no preço, sendo 12,5% de aumento no preço do tipo comum, que passou de R$ 6,87 para R$ 7,73; e alta de 10,22% no tipo S-10, que passou de R$ 7,11 para R$ 7,83.

Na contramão deste cenário, o Amapá foi o estado que apresentou os maiores recuos para os dois tipos de diesel, sendo -4,56%  para o comum, que passou de R$ 7,02 para R$ 6,70; e de -3,37% para o S-10, que passou de R$ 7,80 para R$ 7,53. Já o menor preço médio para os dois tipos foi novamente encontrado nos postos de abastecimento do Rio Grande do Sul, a R$ 6,48 e R$ 6,55, respectivamente.


Postar um comentário

0 Comentários