Fretebras Superior

Copa Truck: Interlagos é a pista do calendário que mais exige dos freios

Vanderley Soares/P1 Media Relations
Fretebras Post1

Google News 
A Copa Truck realiza neste fim de semana o segundo encontro da temporada 2022, válido pela terceira etapa do calendário. Desta vez, o desafio é na pista que mais exige dos freios: os 4.309 metros do tradicional circuito de Interlagos, em São Paulo (SP).

É pelo traçado da capital paulistana que os caminhões atingem as maiores velocidades do ano e, consequentemente, fazem as maiores reduções com as freadas mais fortes e exigentes do calendário.

São dois os pontos de mais intensa frenagem no circuito de Interlagos: a aproximação para o S do Senna, a primeira curva do traçado, que é feita a 190 km/h (isso depois da retomada após os pilotos passarem obrigatoriamente a 160 km/h no radar imposto pelo regulamento) e o piloto percorre 210 metros freando para contornar a primeira “perna” da curva a cerca de 60 km/h; o segundo ponto é a Curva do Lago, a quarta do circuito, na qual os pilotos acionam os freios a 200 km/h e reduzem a velocidade para 90 km/h em cinco segundos e 190 metros, apenas. Pontos que geralmente proporcionam boas oportunidades de ultrapassagem.

“O S do Senna é a freada mais forte e principal ponto de ultrapassagem na Copa Truck. Chegamos neste ponto a cerca de 230 km/h, e temos a primeira freada forte, no radar, onde temos de reduzir para 160 km/h; retomamos a velocidade e nos aproximamos da curva a cerca de 200 km/h. Isso exige uma freada brusca e técnica, que reduz a velocidade para 60 km/h. Então é necessário ter um caminhão muito equilibrado e as pastilhas de freio Fras-le em dia”, comenta Paulo Salustiano.


Mas o circuito também representa outros desafios, como no trecho chamado de “miolo”, e que compreende as curvas do Laranjinha, Pinheirinho, Bico de Pato, Mergulho e Junção. “São curvas de baixa velocidade e muito próximas entre si, o que representa um desafio importante para a refrigeração dos componentes dos freios”, aponta Roger Lusa dos Santos, engenheiro de aplicação da Fras-le, empresa que desde 2021 é a fornecedora oficial das pastilhas de freio da Copa Truck, abastecendo todas as equipes da categoria.

“Interlagos exige bastante do sistema de freios. É uma pista onde as velocidades são bem altas e o traçado é um dos mais severos da temporada. Sem sombra de dúvidas, a freada fortíssima da primeira curva vai exigir bastante atenção dos pilotos e o controle da temperatura usando tanto a refrigeração a água como a ventilação a ar serão essenciais para preservar mais o sistema como um todo. Em alguns trechos, a sequência de curvas traz pouca ventilação para os freios, então é um desafio enorme tanto para os pilotos como para nós da Fras-le garantir a máxima performance e durabilidade nessas condições extremas”, completa Roger Lusa dos Santos, Engenheiro de Aplicação da Fras-le.

Fretebras Post2

Programação
Sábado
07h30 – Abertura dos portões
08h55 – GTSR – Treino Livre
09h50 – Copa Truck – Treino Livre 3
11h00 – TCR – Treino Livre 2
12h30 – GTSR – Treino Livre 2
13h30 – TCR – Classificação
14h30 – Copa Truck – Classificação
16h00 – GTSR – Classificação
16h45 – Volta rápida para convidados

Domingo
07h30 – Abertura dos portões
08h00 – GTSR – Warm up
08h20 – Copa Truck – Warm up
08h43 – GTSR – Corrida 1
09h40 – TCR – Corrida de Duplas
10h50 – Visitação aos boxes para Fã Truck, Camarotes e Paddock
11h00 – Show de Motocross com equipe Jorge Negretti
12h00 – Desfile carros clássicos
12h28 – GTSR – Corrida 2
13h00 – Copa Truck – Desfile de caminhões
13h30 – Execução do Hino Nacional Brasileiro
13h38 – Copa Truck – Corrida 1
14h10 – Copa Truck – Corrida 2
15h00 – Volta rápida para convidados

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários