Grupo Scapini celebra 45 anos de história e tradição no transporte rodoviário de cargas

Grupo Scapini/Divulgação

Referência no setor, empresa conta hoje com mais de 30 filiais no Brasil além de uma sólida presença nos países que compõem o Mercosul

Google News
O Grupo Scapini, empresa com sede em Lajeado (RS), celebra neste ano 45 anos de história, experiência e conhecimento no setor de transporte rodoviário de cargas (TRC) e logística. Fundada por Diamantino Scapini em 1977, a empresa conta hoje mais de 30 filiais espalhadas por todo o território nacional, abrangendo também o transporte internacional com filiais na Argentina, no Uruguai e no Paraguai.

Ao longo das quatro décadas e meia, o grupo também ampliou serviços e adotou diversas funções no segmento do transporte que hoje contribuem com a expansão e com a qualidade do mercado logístico em prol do desenvolvimento da economia do país. Além da Scapini Transportes Nacionais e Internacionais, a rede conta com a empresa LAM, especializada na manutenção de frotas e equipamentos pesados, semipesados e leves; a Scasul, locadora de veículos; a Honda Scapini, de venda de seminovos; e as mais recentes aquisições, como a Translíquidos, voltada para o transporte de produtos químicos, petroquímicos e outros granéis líquidos; e a ScapiniSul, focada nas operações digitais e no mercado de e-commerce.


Segundo Lucas Scapini, CEO do Grupo Scapini, os mais de 40 anos no segmento proporcionam grandes diferenciais, como a expertise e a prontidão. Dessa forma, visam, ainda mais, ao crescimento, à qualidade e à disposição para atuar se possível mais 45 anos nesse setor tão importante para o desenvolvimento do nosso país.

Para 2022, o executivo afirma que: “O grupo espera para este ano uma reestruturação de operações, principalmente no que se refere a combustíveis que poluem menos e que emitem menos CO2. Assim, estaremos focados em uma maior sustentabilidade do planeta. Com certeza será um período de fortes investimentos em ambiental, social e governança (ESG)”.

Esse conceito de ESG se torna de suma importância para o TRC, visto que analisa o comportamento e o comprometimento das empresas quanto às práticas ambientais, sociais e de governança, ainda mais se tratando de uma atividade responsável por mais de 65% de toda a carga transportada no Brasil, como o modal rodoviário.


Postar um comentário

0 Comentários