Fretebras Superior

A importância do controle de poluentes nos motores a diesel

Divulgação
Essenciais e característicos do transporte de cargas e de passageiros, os veículos movidos a diesel têm contribuído ao longo dos anos com a poluição ambiental. Por esse motivo, desde 2012, a legislação brasileira exige que todos os caminhões fabricados no País possuam o sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva) e utilizem o ARLA 32 (Agente Redutor de Líquido Automotivo) para reduzir as emissões de NOx (óxido de nitrogênio).

De acordo com a Marelli Cofap Aftermarket, principal empresa do mercado de reposição de autopeças nacional, manter os cuidados com esses sistemas é fundamental para que a frota circulante movida a diesel cumpra seu papel de maneira responsável.

O ARLA 32 é um reagente de ureia automotiva, uma solução química que é injetada no sistema de escapamento dos caminhões e transforma gases tóxicos resultantes da queima do diesel em nitrogênio e água, reduzindo, assim, a emissão de poluentes na atmosfera. A não utilização desse composto químico em veículos a diesel configura infração de trânsito grave, prevista no Código Brasileiro de Trânsito, além de crime ambiental. Por isso, é essencial que componentes como o bico injetor do sistema dosador ARLA estejam com a manutenção em dia e funcionando adequadamente.

Disponível para o mercado reparador desde 2020 com a marca Magneti Marelli, a Marelli Cofap Aftermarket explica que o bico injetor de ARLA é responsável pela injeção do agente no interior do catalisador, onde a reação química acontece. Com o código Magneti Marelli 501030ARLA, o bico injetor do sistema dosador ARLA possui aplicações para os caminhões Scania (séries P, G, R e T 2012), MAN (TGX 2012) e DAF (CF85 e XF105 2012).

Além de participar do sistema que reduz a emissão de poluentes, esse componente também tem a vantagem de aliviar o bolso dos caminhoneiros autônomos e frotistas já que, em caso de manutenção do sistema, não há necessidade de substituir toda a unidade dosadora, mas apenas o bico injetor, o que representa uma grande economia. Para evitar problemas, o bico injetor ARLA deve ser revisado sempre que o veículo apresentar falha de funcionamento, o que pode ser monitorado através da luz espia correspondente que existe no painel de instrumentos, ou perda de potência. Caso os índices de emissão do motor comecem a se elevar, um sistema de gerenciamento coloca o motor em modo de funcionamento emergencial.

Portfólio completo para caminhões
Além de bico injetor dosador do sistema ARLA, a marca Magneti Marelli dispõe de uma ampla gama de produtos para veículos diesel destinados ao mercado de reposição automotiva, como velas aquecedoras, bombas elétricas, baterias, interruptores elétricos, pontes retificadoras, lâmpadas para faróis e lanternas, além de filtros de ar, óleo e combustível, válvulas de motor, válvulas termostáticas, radiadores, bombas de água, intercoolers, compressores, visco fans e aditivos de radiador. Ao todo, são mais de 1.000 códigos ativos.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários