IVECO A gente nao para

Tanqueiros de Minas Gerais anunciam paralisação no dia 7 de setembro

Sindtanque-MG/Divulgação

Redução no preços dos combustíveis e na alíquota do ICMS cobrado sobre o óleo diesel estão entre as principais reinvindicações da categoria em Minas Gerais 

O Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG), confirmou nesta sexta-feira, 3 de setembro, apoio e adesão às manifestações previstas para ocorrerem no dia 7 de setembro.

Em vídeo, o presidente da entidade, Irani Gomes, confirmou a participação da categoria. “Após várias reuniões com a nossa categoria, resolvemos apoiar as manifestações, desde que sejam atos ordeiras, com muita responsabilidade e não partidárias. Contamos com toda a categoria do transporte do nosso país”, afirmou.

Dentre as principais reivindicações da categoria destaca-se, a redução dos preços dos combustíveis, especialmente do diesel que acumula alta de 25,78% até julho, e também uma redução na alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado pelo Governo de Minas, passando dos atuais 15% para 12%.


Na última semana de agosto, o Sindtanque-MG voltou a ameaçar uma nova paralisação das atividades por tempo indeterminado caso o Governo Estadual não tomasse nenhuma medida a favor da categoria.

“Combustível representa hoje um terço ou mais da arrecadação do estado. E o que a gente está pedindo é que o Governo volte o ICMS do combustível para 12%. A categoria está revoltada com a situação, nós estamos em estado de greve e a qualquer momento a categoria vai cruzar os braços”, disse o presidente do Sindtaque em entrevista à Itatiaia.


Postar um comentário

0 Comentários