Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Como caminhoneiros e empresas podem aumentar a segurança no transporte de cargas

iStock
Garantir a segurança no transporte de cargas é um dos maiores desafios para quem trabalha no setor. Afinal, esse tipo de problema pode causar inúmeros prejuízos aos caminhoneiros e também afetar significativamente a lucratividade das empresas. Essa adversidade é tão séria que os roubos de carga somam prejuízos de mais de R$ 1,5 bilhão anualmente, segundo estudo realizado pelo Grupo Tracker. Por isso, a FreteBras, maior plataforma online de transporte de cargas da América do Sul, preparou algumas dicas para auxiliar motoristas e contratantes a fechar fretes de forma mais segura, após extensa consulta a atuantes do mercado.

“Estas recomendações de segurança foram agrupadas depois de várias conversas que tivemos com caminhoneiros e transportadores, durante a concepção do programa Frete Seguro, um investimento milionário que faremos para apoiar na prevenção à fraudes do setor. Temos discutido também com seguradoras, agentes independentes e líderes informais, tudo com o objetivo de identificar os principais fatores de risco e atuar rapidamente. O que ficou claro para nós é que, para que o transporte de cargas seja mais seguro, é preciso a colaboração de todos", explica Bruno Hacad, Diretor de Operações da FreteBras.


Confira as dicas abaixo:

Segurança para caminhoneiros
1) Cuidado com o "fretão". Redobre a atenção com ofertas de frete com valor muito acima do praticado no mercado.

2) Pesquise ou busque referências sobre a empresa embarcadora responsável pela carga.

3) Consulte o endereço do carregamento. Existem relatos de motoristas que utilizam táxi ou mototáxi para verificar o local antes de se aproximarem com o caminhão.

4) Se estiver próximo ao local do embarque e o lugar for muito afastado e deserto, desconfie. Principalmente se as instruções forem para ficar parado e aguardar.

5) Cuidado ao fazer pagamento de taxas ou valores cobrados antes do carregamento, fora do local de embarque ou para pessoas desconhecidas.

6) Atenção ao realizar devolução de valores em contas bancárias de terceiros. Após o recebimento do frete, se realmente for necessário, faça o estorno para a mesma conta remetente.

7) Utilize a função "Check-in Privado" do aplicativo da FreteBras. Ela permite consultar fretes e manter a privacidade dos dados de contato do motorista.

8) Aproveite a garantia do saldo do frete que a FreteBras oferece, como forma de proteção para os motoristas que possuem uma conta digital de pagamentos cadastrada com a empresa.

Segurança para empresas
1) Em contratações remotas, sempre que houver possibilidade, fale com o caminhoneiro por chamada de vídeo.

2) Não realize o pagamento do frete em conta bancária de terceiros. faça sempre o pagamento na conta do motorista ou titular da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) a qual o veículo está vinculado.

3) Tenha cuidado com contratos falsos de locação ou compra de veículos. Muitos golpistas se utilizam dessa artimanha para transmitir uma falsa sensação de confiança.

4) Confira com muito cuidado toda a documentação recebida, com atenção à autenticidade dos dados.

5) Não abra mão, mesmo que em situações urgentes, de seguir os processos de segurança da empresa, como, por exemplo, a contratação de seguro, consulta em GR, etc.

6) Não faça o pagamento do adiantamento do valor do frete sem garantias de que o veículo esteja no local de carregamento.

7) Peça referências de empresas com as quais o caminhoneiro já tenha trabalhado.

8) A própria FreteBras disponibiliza uma funcionalidade de avaliação de motoristas. Consulte-a sempre e lembre-se de sempre fazer as suas próprias avaliações, ajudando, assim, toda a indústria.

Hacad reforça que “a expectativa é ajudar os caminhoneiros a identificar situações suspeitas e se protegerem. Esperamos que estas recomendações sejam de grande utilidade para o setor”.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários