Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Super Padron: Mercedes-Benz apresenta maior ônibus urbano 4x2 do Brasil

Mercedes-Benz/Divulgação

Novo O 500 R 1830 é o maior chassi da categoria 4x2 urbano no mercado brasileiro, podendo receber carrocerias de até 14 metros

Atenta as novas demandas do transporte público de passageiros e dos operadores que atuam nos corredores exclusivos das maiores capitais brasileiras, a Mercedes-Benz apresenta o Super Padron O 500 R 1830, o maior chassi urbano 4x2 do mercado, desenvolvido para carrocerias de até 14 metros de comprimento.

“Com esse lançamento, passamos a oferecer às empresas de ônibus e aos gestores do transporte coletivo urbano um veículo padron 4x2 de 14 metros que pode transportar a mesma quantidade de passageiros que um modelo 6x2 de 15 metros da concorrência”, informa Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Para isso, desenvolvemos um chassi O 500 com 19.600 kg de PBT, o maior da categoria, com potência de 310 cv do motor OM 926 LA e o elevado padrão de conforto e segurança da consagrada linha O 500 de motores traseiros, além de caixa automática com retarder integrado e auxílio de partida em rampa”.

De acordo com a montadora de origem alemã, o novo Super Padron O 500 R 1830 4x2 é especialmente indicado para sistemas de transporte coletivo urbano que utilizam linhas segregadas, corredores e faixas exclusivas, como, por exemplo, em Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e Curitiba, além de outras grandes cidades.

Segundo o executivo, a Mercedes-Benz já vinha trabalhando no desenvolvimento de um chassi de ônibus urbano que se posicionasse entre o O 500 M 4x2 para carrocerias de até 13,2 metros e o articulado O 500 MA 6x2 de 18 metros, a fim de ampliar a mais completa linha de ônibus do País. “No entanto, a queda no volume de passageiros do transporte coletivo, causada pela pandemia, nos levou a antecipar o lançamento do Super Padron”, afirma Walter Barbosa. “Dessa forma, podemos atender à necessidade das empresas de ônibus por um modelo que possa operar de acordo com a demanda atual de passageiros, tanto nos momentos de pico, quanto de entrepico, visando otimizar seus custos operacionais, graças a flexibilização do chassi 4x2”.

“Ainda com relação aos custos operacionais, outra grande vantagem do nosso Super Padron 4x2 é o fato dele ter um eixo a menos em comparação com seus concorrentes 6x2. Isso significa menor custo de manutenção e de reposição de peças, ou seja, mais rentabilidade para as empresas de ônibus, com a mesma capacidade de transporte de passageiros”, destaca Walter Barbosa. “Outro ponto importante é que o Super Padron fornece a mesma comodidade, acessibilidade e segurança que os nossos ônibus articulados. Mesmo que o veículo não possua articulação ou terceiro eixo traseiro, ele pode operar na mesma rota sem diminuir o nível de conforto para os usuários”.

A ausência do segundo eixo direcional ainda se traduz em menor arraste dos pneus traseiros ou dianteiros (conforme a versão do 6x2), menor custo de manutenção e também redução do consumo de combustível.


Configuração
Para garantir o pleno atendimento às plataformas com 920 mm de altura, e garantir o máximo conforto e segurança de acessibilidade aos passageiros, incluindo os cadeirantes, o inédito Super Padron sai de fábrica com piso alto e capacidade para receber carrocerias de até 5 portas: 3 à direita com degraus para acesso pela calçada e 2 à esquerda para acesso pelos corredores de ônibus centrais. 

O novo ônibus Mercedes-Benz também chega ao mercado com três versões de layout. A de maior comprimento da carroceria, com 14 metros, pode ser configurada para até 95 passageiros (64 em pé, 30 sentados e 1 cadeirante), ou 90 passageiros (60 em pé, 29 sentados e 1 cadeirante), além do motorista. Ambas indicadas para linhas mais longas, em que as pessoas ficam mais tempo sentadas.

Já a versão de 13,6 metros conta com capacidade para até 100 passageiros (76 em pé, 23 sentados e 1 cadeirante), além do motorista, ideal para o atendimento de linhas com maior frequência de embarque e desembarque.

Conforto
Para manter o alto padrão de conforto da linha O 500, o inédito Super Padron traz como diferenciais, suspensão totalmente pneumática, com 2 bolsões de ar na dianteira e 4 bolsões de ar na parte traseira e sistema de ajoelhamento, além de maior espaço interno, acessibilidade aprimorada e menor ruído graças ao posicionamento do motor na parte traseira do veículo.
Mercedes-Benz/Divulgação
Trem de força
O trem de força do novo Mercedes-Benz Super Padron O 500 R 1830 conta com motor OM 926 LA, de 310 cv de potência, combinado com o câmbio automático ZF Ecolife AP1200 de série, com retarder integrado e auxílio de partida em rampa.

Segurança e tecnologia
“O Super Padron também traz novos recursos para o motorista, como o volante multifuncional com teclas, evitando que ele tire as mãos do volante para navegar no painel. Além disso, a coluna de direção regulável oferece mais ergonomia para o condutor do veículo”, afirma Walter Barbosa. “E mais: o novo recurso Eco Suporte do painel de instrumentos auxilia para uma condução mais econômica durante a operação. Isso se dá por meio de quatro pontos de acompanhamento: meta de consumo de combustível, rotação do motor, velocidade máxima e pressão do turbo compressor”.

O novo Mercedes-Benz Super Padron também conta com EIS (Engine Idle Shutdown), sistema responsável desligamento automático do motor em situações em que o ônibus encontra-se parado, com motor ligado, câmbio no ponto morto e freio de mão acionado por mais de 4 minutos, sem que o motorista acelere o veículo ou acione o freio de serviço. Nessas circunstâncias, o EIS entra em ação, proporcionando economia no consumo de combustível, além de reduzir as emissões de poluentes e de ruídos.

Já a segurança é reforçada pelos freios a disco, EBS e o exclusivo freio-motor auxiliar Top Brake da Mercedes-Benz, que oferece mais segurança, potência de frenagem e menor desgaste dos freios.

Solução para o novo cenário do transporte coletivo
“Com esse novo modelo da linha de O 500 urbanos, buscamos ajudar os clientes a superar os desafios da pandemia, que afetou a todos”, diz Walter Barbosa. “Para se ter uma ideia, no auge da quarentena, o segmento urbano sofreu uma queda de 75% no número de passageiros. Hoje, apenas 30 a 40% dos passageiros vem utilizando o ônibus nas cidades. No segmento rodoviário, a queda já foi de 90% e, agora, o número de passageiros está entre 50 e 60%. O mercado espera que o aumento da vacinação reverta essa tendência. Quando isso ocorrer, mais uma vez, estaremos ao lado dos clientes para oferecer as soluções mais adequadas ao novo cenário do transporte coletivo urbano, o que é o caso do O 500 R 1830 de dois eixos”, concluiu Walter Barbosa.

Mercedes-Benz/Divulgação

Postar um comentário

1 Comentários

  1. De Correia19 março, 2021

    Excelente lançamento da Mercedes-Benz. É mais rentável e eficiente que o K270 da Scania

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.