Publicidade

PRF autua 30 caminhoneiros por excesso de jornada de trabalho em operação na BR-040

PRF/Divulgação
A PRF realizou na noite desta quinta-feira, dia 18, uma operação de fiscalização do tempo de direção de motoristas profissionais de caminhão. A ação foi focada em veículos de transporte de carga e verificou se as normas previstas na “Lei do Descanso” (Lei n° 13.103), estavam sendo cumpridas.

 A lei, que entrou em vigor em 2015, prevê que a jornada do motorista poderá chegar a até 12 horas de serviço. Entretanto, o caminhoneiro não poderá dirigir por mais de 5 horas e meia seguidas, sendo obrigatório um descanso de, pelo menos, 30 minutos a cada 6 horas, para os veículos de carga e a cada 4 horas, nos casos de transportes de passageiros. Além disso, a lei determina que, dentro de 24 horas trabalhadas, o motorista deve ter um descanso de 11 horas, sendo, ao menos, 8 horas ininterruptas e o restante fracionado.


A operação foi realizada por policiais do Grupo de Fiscalização de Trânsito e Transporte, e ocorreu na BR 040, altura do km 102. Ao todo, 32 veículos de carga foram abordados, sendo verificado o não comprimento das normas previstas na lei em 12 desses condutores. O número representa pouco mais de 37% dos abordados em dissonância com a regulamentação. Além da verificação do tempo ao volante, foram observados ainda sistemas de freio e outros equipamentos obrigatórios do veículo.

A operação resultou em 30 autos de infrações e 17 CRLVs recolhidos para regularização. Para efeitos de acidentes, a fadiga ao volante é tão grave quanto a embriaguez, sendo responsável por uma infinidade de acidentes todos os dias.

FONTE: PRF

Postar um comentário

0 Comentários