PRF flagra caminhões canavieiros com diesel incorreto e irregularidades no sistema de Arla 32

PRF/Divulgação
Policiais rodoviários federais flagraram, na manhã de sexta-feira (15) e em abordagens distintas, dois conjuntos que transportavam cana-de-açúcar com irregularidade em seus sistemas de controle de emissão de gases poluentes. Os flagrantes aconteceram no km 23 da BR 101, município de Malhada dos Bois/SE.

Os policiais abordaram os condutores de dois veículos M.Benz/Axor 3344s 6x4, um com placas de Alagoas e o outro com placas de São Paulo. Cada um dos caminhões tracionava dois semirreboques carregados com aproximadamente 48 toneladas de cana-de-açúcar, segundo informações de seus motoristas. A equipe verificou, em ambos os casos, a existência de irregularidade no sistema de controle de emissão de gases poluentes, além do uso incorreto do combustível, o que interfere na quantidade de dióxido de enxofre emitida.


Os caminhoneiros disseram que seus empregadores sabiam do problema, indicado pelas luzes dos painéis dos veículos, os quais não vinham consumindo Arla32 (solução pulverizada diretamente na tubulação do escapamento que reage quimicamente com a fumaça residual do processo de combustão do motor, reduzindo o impacto ambiental), e ainda, que determinaram o abastecimento com diesel S500 ao invés do S10, em razão da diferença de preços.

Diante das informações obtidas, a equipe PRF lavrou as autuações cabíveis, bem como Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) em desfavor dos condutores e Boletins de Ocorrência por crime ambiental contra as empresas.

FONTE: PRF

Postar um comentário

0 Comentários