PRF intensifica fiscalização de caminhões na Bahia

Agência PRF/Divulgação
A Polícia Rodoviária Federal na Bahia realizou um comando específico de fiscalização a veículos de carga. As ações aconteceram na terça-feira (13) e no sábado (17) e abrangeram todas as regiões do estado.

Em virtude do tamanho dos veículos e do peso relacionado às cargas transportadas por eles, os acidentes que envolvem veículos de carga geralmente têm maiores proporções e geram maior gravidade das lesões ou a morte dos envolvidos, o que faz com que haja uma maior preocupação com o estado de conservação destes veículos.

Atento a esta situação a PRF intensificou ações preventivas com foco na segurança viária para coibir possíveis irregularidades de trânsito e também prevenir acidentes.

A instituição conta com efetivo especializado e nas atividades foram empregados policiais do Grupo de Fiscalização de Trânsito (GFT), com vasto conhecimento da legislação e de equipamentos contemporâneos utilizados para a fiscalização.

Os comandos tiveram como foco o correto funcionamento dos sistemas de iluminação e sinalização dos veículos, de vital importância na manutenção da segurança viária e, consequentemente, na redução de acidentes e de vítimas.


Também fizeram parte das fiscalizações a verificação do sistema de Placas de Identificação Veicular – PIV, de relevante importância para a correta identificação veicular e consequente redução de ocorrências criminais relacionados à adulteração das placas e na diminuição das irregularidades que dificultam a correta leitura das placas pelos sistemas internos.

Durante as abordagens serão verificados o correto funcionamento do sistema de freios, o estado de conservação dos pneus e demais equipamentos obrigatórios, as condições de amarração das cargas e o cumprimento do tempo de direção do motorista profissional pelos condutores.

Nas abordagens também foram fiscalizados os equipamentos de uso obrigatório, em especial: faixas refletivas, sistema de freios, condições dos pneus e comprovação obrigatória do horário de descanso (11 horas de descanso para cada jornada de 24 horas) e as condições de amarração das cargas.

A PRF alerta que o grande volume de transporte deste tipo de carga gera a necessidade de um processo de fiscalização contínuo e capacitado, a fim de garantir a segurança dos usuários que utilizam as rodovias federais.

Agência PRF/Divulgação
FONTE:
Agência PRF

Postar um comentário

0 Comentários