RNTRC 100% digital passa a valer em todo o Brasil

Cumprindo com o prometido em abril, o Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), implementou, nesta segunda-feira, 17 de agosto o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) 100% digital.

A novidade chega com o objetivo de desburocratizar e simplificar o cadastro, bem como aprimorar a eficiência no transporte de cargas do país.

“O RNTRC digital possibilitará de uma maneira mais simples o registro de todos os profissionais dessa importante categoria. Neste atual momento de pandemia, precisamos tomar todos os cuidados necessários e garantir a segurança dos nossos caminhoneiros. O MInfra está preocupado em melhorar a vida dessa categoria e uma das nossas frentes é tornar o serviço mais rápido, eficiente e barato”, afirmou o secretário Nacional de Transportes Terrestres do MInfra, Marcello da Costa.


Além de eliminar a necessidade de visita aos pontos de atendimento, e consequentemente intermediários, ao permitir que os próprios transportadores  se cadastrem, o inédito RNTRC 100% digital também traz como vantagens:

1- Gestão da frota no cadastro, de forma segura, rápida e eficiente, integralmente pela internet;

2- Possibilidade de cadastramento do contrato de arrendamento de veículos;

3- Dispensa do envio de documentos, pois as informações constarão da integração da base de dados da ANTT, da Receita Federal e do Denatran;

4- Registro é imediato, após a finalização do cadastro por meio do sistema digital, facilitando e agilizando o processo.

A ANTT ressalta que mesmo com a implementação do RNTRC 100% digital, o registro nos pontos de atendimento permanece para quem preferir esse outro procedimento

Atualmente o RNTRC é um registro nacional e obrigatório para todos que trabalham no setor de transporte rodoviário de carga, sejam transportadoras ou profissionais autônomos. Segundo a ANTT, os veículos e transportadores em situação irregular no RNTRC ficam impedidos de prestar serviços de transporte rodoviário de carga com cobrança de frete. Além disso, encontram dificuldades em contratar seguros obrigatórios e ficam impedidos de contratação por meio do Pagamento Eletrônico de Frete (PEF). Também estão sujeitos a penalidades (previstas na Resolução ANTT nº 4.799/2015), que vão desde advertências até cancelamento de registro.

Como utilizar o RNTRC 100% digital?
Com o objetivo de ensinar os transportadores brasileiros a utilizarem o inédito RNTRC 100% digital, a ANTT disponibilizou em suas redes sociais um passo a passo (Tutorial) dividido em duas partes. Assista:
TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: ANTT
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários