Petrobras eleva preço do óleo diesel em mais 6%

Getty Images
A Petrobras elevou pela quinta vez consecutiva o preço do óleo diesel nas refinarias de todo o país. Somente em 2020, o combustível já acumula 16 reajustes, sendo cinco aumentos e onze reduções de preços.

De acordo com a petroleira, à 0h desta sexta-feira, 18 de julho, entrou em vigor um aumento médio de 6% no preço do óleo diesel. Com o reajuste, o valor médio do litro do diesel passou a ser comercializado a R$ 1,83 nas refinarias de todo o país, um aumento de cerca de R$ 0,11 por litro.

O quinto aumento consecutivo do ano acontece em virtude da combinação entre a alta do dólar e a recuperação dos preços do barril do petróleo no mercado internacional. Com isso, a estatal segue cumprindo com a política de preços com base na paridade internacional.


“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica a estatal.

Na semana passada, o preço do óleo diesel voltou a subir nas bombas de todo o país. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço do litro do diesel subiu 1,27%, atingindo um valor médio de R$ 3,147.

Preço nas bombas
A decisão de aumentar ou não o preço do óleo diesel nas bombas, após o novo reajuste promovido pela Petrobras, dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis, já que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados.

TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

0 Comentários