header ads


PRF recupera, na BR-230, caminhão que havia sido tomado de assalto no estado de SP

Agência PRF/Divulgação
Policiais Rodoviários Federais recuperaram, na manhã de hoje(08), um veículo de carga que havia sido tomada de assalto no estado de São Paulo. A ação foi desencadeada quando os policiais realizavam fiscalização de rotina na rodovia BR 230 na cidade de Floriano/PI.

Os policiais, ao abordarem o veículo de carga VW 13.180, solicitaram ao condutor, um homem de 32 anos, toda a documentação pessoal e do veículo. Os policiais verificaram que a pessoa na CNH apresentada divergia do condutor. Mesmo afirmando aos policiais que a documentação era sua, por diversas vezes o condutor entrava em contradição. Após os policiais realizarem uma verificação mais aprofundada, o condutor terminou confessando que não era o proprietário do documento e sim uma outra pessoa.

Os policiais constataram também que os elementos de identificação do veículo estavam adulterados. Ao realizar uma verificação mais minuciosa, os policiais constataram que o veículo havia sido tomado de assalto no dia 03/12/2014 no município de Bom Jesus dos Perdões/SP.


Um passageiro, um homem de 32 anos, informou aos policiais que estava responsável pelo veículo, trabalhando com transporte de verduras e que o veículo era de propriedade do seu patrão.

Desta forma, os policiais encaminharam o condutor, o passageiro e o veículo de carga à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Floriano/PI para os procedimentos cabíveis e posterior restituição ao seu dono. O condutor e proprietário da CNH poderão responder pelo crime de Usar, como próprio, passaporte, título de eleitor, caderneta de reservista ou qualquer documento de identidade alheia ou ceder a outrem, para que dele se utilize, documento dessa natureza, próprio ou de terceiro – Art. 308 do Código Penal e o passageiro poderá responder pelo crime de Receptação de Veículo Art. 180 do Código Penal.

Em 2020, a PRF já recuperou nas rodovias federais piauienses 203 veículos que tinham como registro de Roubo, Furto ou apropriação indébita.
FONTE: Agência PRF

Postar um comentário

0 Comentários