Mercado de ônibus recua 64% em abril

Prefeitura de Joinville
Fortemente impactado pela pandemia de Covid-19 (Coronavírus), o mercado brasileiro de ônibus encerrou o mês de abril registrando significativas quedas em todos os comparativos. Os números são confirmados pelo relatório da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

De acordo com os dados da entidade, apenas ônibus foram licenciados em todo o país no mês de abril, queda de 64,48% em relação a março, quando foram emplacados 1.295 unidades. Em relação a abril de 2019, quando foram licenciados 2.142 ônibus, o segmento registrou um recuo significativo de 78,52%.

Nos quatro primeiros meses do ano foram emplacados 5.754 ônibus em todo país, queda de 30,97% em relação ao primeiro quadrimestre de 2019 quando foram licenciados 8.335 unidades.

"Os números  demonstram o resultado da chamada parada súbita de nossa economia, e da inoperância da maior parte das Concessionárias, em decorrência da quarentena, decretada pelos estados, em função do Coronavírus, que determinou o fechamento do comércio na maior parte de nosso País”, avalia Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.


Mercedes-Benz na liderança
Apesar do cenário conturbado, a Mercedes-Benz segue liderando o mercado brasileiro de ônibus com um total de 3.830 unidades emplacados e participação de 66,56%. A Volkswagen garantiu o segundo lugar no ranking com 871 ônibus licenciados e participação de 15,14%. Na terceira posição aparece a Marcopolo com 598 ônibus emplacados e participação de 10,39%. Já a Scania garantiu o quarto lugar do mercado nacional com um total de 150 unidades licenciadas e participação de 2,61%. Em quinto lugar, a Volvo registrou no primeiro trimestre 142 ônibus emplacados, número que garantiu uma participação de 2,47%. Já a IVECO, garantiu a sexta colocação com um total de 138 ônibus emplacados e participação de 2,40% no primeiro quadrimestre de 2020. A sétima colocação do ranking de mercado foi ocupada pela Agrale com 19 emplacamentos e participação de 0,33%. Por fim, a BYD garantiu a oitava colocação no mercado mantendo 3 unidades emplacadas e participação de 0,05%.


Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI 

TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

0 Comentários