Ministério elabora norma com protocolo de higienização em locais utilizados por caminhoneiros

O Ministério da Infraestrutura trabalha, em parceria com empresas do setor produtivo, na elaboração de uma norma que estabeleça protocolo mínimo de conforto e higienização para locais e rotinas de trabalho enfrentadas pelos caminhoneiros durante a pandemia do Coronavírus (Covid-19). Após reunião na última sexta-feira (27) com embarcadores, ficou definido que as empresas vão estabelecer quais são essas condições mínimas, como distribuição de máscaras e álcool em gel, além de kits de alimentação para os motoristas.

Algumas iniciativas já vêm sendo tomadas pelas próprias empresas. A Ambev, por exemplo, vai produzir e distribuir 15 mil unidades de álcool em gel e álcool 070 aos caminhoneiros. Além disso, a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) se comprometeu a oferecer alimentação a todos os motoristas nos 158 pátios em que opera.


COMUNICAÇÃO 
Além dessas medidas, o ministério trabalha na interlocução com os estados para a comunicação de todos os estabelecimentos abertos às margens das rodovias para que os caminhoneiros possam programar suas viagens. As informações estarão previstas no aplicativo InfraBR.

"É essencial que os caminhoneiros, profissionais tão importantes nesse momento pelo qual o país passa, tenham condições de planejar onde poderão parar para comer e dormir", defendeu o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.
FONTE: Ministério da Infraestrutura

Postar um comentário

0 Comentários