Mercado de caminhões usados recua 10% no primeiro trimestre de 2020

Scania Seminovos
A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgou recentemente o relatório de vendas de caminhões usados realizadas no primeiro bimestre de 2020. Impactado pela pandemia de COVID-19 (Coronavírus), o segmento encerrou os três primeiros meses ano registrando um significativo recuo em relação a 2019.

Segundo os dados da Fenabrave, 22.695 caminhões usados foram negociados março de 2020, queda de 15,12% em relação a março de 2019, quando foram comercializadas 26.738 unidades. Em relação ao mês anterior, fevereiro de 2020, quando foram comercializados 24.091 caminhões usados, o mercado apresentou um recuo de 5,79%.


No acumulado do primeiro trimestre de 2020 foram negociados em todo o país 73.099 caminhões usados, queda de 10,35% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram comercializados 81.535 caminhões.

Os dados divulgados pela Fenabrave apontam ainda seis marcas que se destacaram no mercado de usados no primeiro bimestre. São elas, a Mercedes-Benz que garantiu uma participação de 37,44% nos negócios seguida pela sua principal concorrente, a Volkswagen que alcançou uma participação de 21,78%, a Ford com 16,24%, a Scania com 8,98% de participação, seguida da sua concorrente sueca Volvo com 8,32% e a Iveco com 4,25% de participação nos negócios de usados. 

TEXTO: Lucas Duarte 

Postar um comentário

0 Comentários