header ads


Shacman movido a gás passa a fazer parte das operações da Coopercarga

Coopercarga/Divulgação
Ao que tudo indica os caminhões Shacman estão retornando ao mercado brasileiro. Mas além do novo design, os modelos extrapesados chineses estão desembarcando no país com outra grande novidade, a motorização movida a Gás Natural Liquefeito (GNL). 

A novidade é resultado de importante parceria entre a Golar Power Latam e a Alliance GNLog, empresa de logística proprietária de uma frota de caminhões movida exclusivamente a Gás Natural Liquefeito (GNL).

Nesta semana, a Coopercarga, uma das maiores cooperativas de transporte rodoviário de cargas do Brasil, passou a fazer parte dessa parceria com a introdução de um dos modelos Shacman em uma operação dedicada da Ambev, em Jundiaí, São Paulo.


O modelo que irá operar em caráter de testes traz como diferenciais, reduções significativas nas emissões de gases poluentes, desempenho semelhante as versões a diesel, autonomia de até 1.000 quilômetros e redução significativa dos custos por quilômetro rodado e de manutenção.

"A Coopercarga, preocupada com o tema de sustentabilidade, que está em nossos valores, está testando um caminhão GNL. A implantação ocorreu na operação dedicada com a Ambev, em Jundiaí. A tecnologia possui emissão de poluentes praticamente nula e é testada em parceria com a Ambev, Aliiance e Golar.", destacou a Cooperativa nas redes sociais. "Estamos focados, preocupados e buscando cada dia mais agir de forma sustentável.".

Com investimentos de mais de US$ 120 milhões, a parceria entre a Golar Power Latam e a Alliance GNLog prevê a instalação de 35 postos de abastecimento, em 11 eixos de corredores rodoviários, além da importação de até mil caminhões até o fim de 2020.

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários