Indústria de implementos deve aumentar as vendas em 20% em 2020

4TRUCK/Divulgação
A indústria de implementos rodoviários deve aumentar as vendas em 20% em 2020. O setor serve como um bom indicador da melhora da economia brasileira, uma vez que, se há renovação de frota por parte de empresas, é porque há mais entregas e produtos circulando no país. Os mercados que devem impulsionar as vendas devem ser o farmacêutico, e-commerce, locação de veículos e unidades móveis.

Ao menos é o que projeta a 4TRUCK, a maior empresa de implementos para o segmento leve do país. “É uma meta inicial conservadora, que pretendemos buscar considerando fatores como estrutura mais espaçosa e confortável, treinamento da equipe, novas máquinas e equipamentos, e uma carteira reforçada de grandes frotistas e transportadores, animados com os sinais do mercado”, destaca o CEO, Osmar Oliveira. Em 2019, o setor de implementos como um todo registrou alta de 33,6% em comparação a 2018.

A indústria sediada em Guarulhos (SP), inclusive, vem alcançando resultados expressivos desde 2017. A empresa, que fechou 2019 com aumento de 25% nas vendas, precisou de uma nova sede, inaugurada há alguns meses e que agora conta com 12 mil m², três vezes maior do que a anterior.

A mudança foi necessária em virtude das vendas, que cresceram de tal forma que deixou o antigo espaço pequeno para a produção e estocagem de veículos prontos para implementar. “Para se ter uma ideia, até o final de dezembro, nossa produção anual saltou 88% em comparação a 2017”, observa Oliveira. Já a produção de unidades móveis cresceu 192% em relação a 2018.

E os números só não foram melhores, segundo o CEO, porque houve, durante a mudança para a nova sede, a necessidade de diminuir o ritmo da produção por conta da desmobilização do imóvel antigo e investimentos no novo espaço. “Em suma, 2019 foi um ano muito bom, mas acreditamos que, diante de toda uma conjuntura atual, em 2020 poderemos, de fato, alcançar um resultado ainda melhor. Estamos confiantes”.  


INVESTIMENTOS
Na nova sede a empresa investiu aproximadamente R$ 1 milhão e a previsão é de injetar, pelo menos, mais R$ 500 mil em 2020. “Vamos adquirir mais algumas máquinas para otimizar nossa produção e aumentar a capacidade de entrega, em especial na movimentação interna e conformação de metais, como aço e alumínio; além de desembolsos na melhoria dos processos internos e aquisição de um novo sistema integrado de gestão”, completa o gestor.

EMPREGOS
Quanto à contratação de mão de obra para este ano, Oliveira também pontua. “Aumentamos nosso quadro em 10% neste 2º semestre de 2019, e pretendemos aumentar outros 20% no 1º semestre de 2020. Temos mais espaço e bom volume de pedidos em carteira. É hora de acelerar e garantir a entrega aos clientes”.
FONTE: 4TRUCK

Postar um comentário

0 Comentários