Circulação de caminhões e ônibus em rodovias pedagiadas cresce 5,8% em outubro

Volvo/Divulgação
Em sintonia com a retomada da produção de caminhões e ônibus, a circulação de veículos pesados nas rodovias privatizadas brasileiras encerrou o mês de outubro com crescimento em todos os comparativos em relação ao ano anterior. 

De acordo com o índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas, construído pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) juntamente com a Tendências Consultoria Integrada, a circulação de caminhões e ônibus cresceu 5,8% em outubro em relação ao mesmo mês de 2018. Em relação ao mês anterior, setembro de 2019, o crescimento chegou a 1,4%.

No acumulado do ano, janeiro a setembro de 2019, a circulação de veículos pesados já apresenta um crescimento de 3,9% em relação ao mesmo período de 2018, segundo o Índice ABCR. 


“Os indicadores de fluxo de pedágio seguem apresentando sinais disseminados de crescimento. Pontualmente em outubro, vale destacar que o feriado do dia 12 também contribuiu para aumentar o fluxo de veículos nas estradas concessionadas", explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria. “Quanto à estrutura de custos importante fator ao fluxo mensal de veículos, ainda é possível ressaltar a trajetória de desaceleração de preços de combustíveis. Para o próximo mês, destaca-se o reajuste negativo do diesel anunciado pela Petrobrás às refinarias, o que deve favorecer especialmente os veículos pesados”, destaca o analista.

Confira na íntegra os números do Índice ABCR:
ABCR e Tendências
TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 

Postar um comentário

0 Comentários