Circulação de caminhões e ônibus em rodovias pedagiadas cresce 4% em julho

Marcelo Brandt/G1
Em sintonia com a retomada da produção de caminhões e ônibus, a circulação de veículos pesados nas rodovias privatizadas brasileiras encerrou o mês de julho com crescimento em todos os comparativos em relação ao ano anterior. 

De acordo com o índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é construído pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) juntamente com a Tendências Consultoria Integrada, a circulação de caminhões e ônibus cresceu 4,0% em julho em relação ao mesmo mês de 2018. Em relação ao mês anterior, junho de 2019, o crescimento chegou a 2,1%.

No acumulado do ano, janeiro a julho de 2019, a circulação de veículos pesados já apresenta um crescimento de 5,0% em relação ao mesmo período de 2018, segundo o Índice ABCR. 


“Após dois meses de resultados interanuais afetados pelo efeito greve dos caminhoneiros, o fluxo indicou em julho retorno ao padrão habitual”, explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria. “O crescimento moderado do fluxo de veículos leves e de pesados refletiu o mês com ganho de um dia útil no comparativo com o ano passado (23 x 22), mesmo que com uma atividade econômica em retomada lenta, o que influencia o ritmo do número de veículos de passeio e de carga”, observa Thiago.

Confira na íntegra os números do Índice ABCR:
ABCR e Tendências
TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 

Postar um comentário

0 Comentários