Exército Brasileiro realiza obras em 11 estados e em mais de 1.000 kms de rodovias

DNIT/Divulgação
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) recebeu, na última quarta-feira (26), alunos da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, do Exército Brasileiro. O encontro apresentou aos militares as obras da Autarquia que estão sendo executadas e planejadas em parceria com a instituição militar.

O Exército Brasileiro tem atuado em conjunto com o DNIT em 13 empreendimentos de construção e manutenção rodoviária. As obras acontecem em 11 estados, totalizando 1.167,4 quilômetros de execução.

Um dos empreendimentos é a duplicação da BR-116/RS, uma das prioridades do governo federal. A extensão do segmento é de 50,8 quilômetros e está sendo executado pelo 1º Batalhão Ferroviário. No momento, os serviços realizados são de terraplanagem e a pavimentação da nova pista. A obra encontra-se com 37 quilômetros de base executada.

Outro convênio é a conclusão de parte da BR-163/PA. A meta para 2019 é pavimentar 49 quilômetros, trecho que vai do município de Novo Progresso até Miritituba, ambos no estado do Pará. A obra está sendo executada pelo 8º Batalhão de Engenharia de Construção.

A implantação e pavimentação da BR-432/RR também está sendo executada pelo Exército, por meio do 6º Batalhão de Engenharia de Construção. A obra, com extensão de 12 quilômetros, encontra-se na fase de execução de serviços de terraplanagem.

Outras obras estão sendo realizadas nas regiões Norte e Nordeste, além de outros empreendimentos nas demais áreas do Brasil.


Pontes Emergenciais 
Outro convênio firmado entre o DNIT e o Exército Brasileiro é a montagem de pontes provisórias emergenciais. O objetivo é garantir o tráfego emergencial nas rodovias federais e o aceso às áreas isoladas por meio das pontes tipo LSB – Logistic Support Bridge. Desde dezembro de 2015, já houve 11 mobilizações das instituições.
DNIT/Divulgação
Situações Especiais 
Para garantir o escoamento da safra 2018/2019, o DNIT e o Exército traçaram uma estratégia integrada, alinhada ao Ministério da Infraestrutura. Denominada Operação Radar, as intervenções tiveram início no dia 2 de dezembro de 2018 e trazem uma série de ações, como a instalação de bases operacionais em três trechos da rodovia, localizados entre os municípios de Novo Progresso e Moraes Almeida. Além disso, a operação visa a implantar sinalização específica para controle do tráfego, além de conferir informações de trafegabilidade, andamento das obras de pavimentação e situação meteorológica na região aos usuários.
FONTE: DNIT

Postar um comentário

1 Comentários

  1. eu estou procurando vagas de emprego no Exército Brasileiro para trabalhar na terra planagem

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.