DNIT irá restaurar 459 quilômetros de rodovias no Sudoeste de Goiás

Para o motorista que trafega pelas rodovias federais do sudoeste goiano, a diferença nas condições das BR-070/GO e BR-158/GO é visível. Desde o fim do ano passado, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes  (DNIT) deu início às obras do contrato de Crema, que preveem a restauração, bem como a conservação das duas rodovias.

Ao todo, serão restaurados 459 km que integram a BR-070/GO e a BR-158/GO. Em visita às obras, o Superintendente Regional de Goiás e Distrito Federal, Volnei Vieira, declarou que ambos os trechos já passaram por manutenção, mas que em breve as duas rodovias estarão totalmente restauradas garantindo mais conforto e segurança ao usuário. "Atualmente, não há incidência de buracos no trecho", ressaltou ele. 

Na BR-070/GO, até o momento já foram entregues 46 quilômetros de rodovia restaurada, onde foram realizados os serviços de terraplenagem, drenagem, fresagem, pavimentação, alargamento de pista, e sinalização. A obra total contemplará as cidades desde Itapirapuã(GO) até a cidade de Aragarças, que faz divisa com o Mato Grosso. Até o momento já foram investidos R$ 46.672.539,30 milhões na obra. 


Já na BR-158/GO, as obras foram divididas em dois lotes. O primeiro ainda está em etapa de elaboração de projeto e manutenção, enquanto no segundo já começaram os serviços de terraplenagem, onde são feitas as compactações da base e sub-base, que compõe a parte interna da rodovia. Também estão sendo feitas análises laboratoriais do solo que compõe cada camada, garantindo a qualidade da rodovia que será entregue. Ao todo esse segmento tem uma extensão total de 277 quilômetros nos quais já foram investidos R$ 424.691,67. A expectativa é de que obras sejam entregues até 2024.

Ambas as rodovias são muito utilizadas para o escoamento da produção agropecuária do Estado e no caso da BR-070/GO, ela ainda é usada para quem busca o turismo ecológico da região. 
FONTE: DNIT 

Postar um comentário

0 Comentários