Scania projeta crescimento de 15% no mercado de ônibus em 2019

Após registrar um crescimento superior ao dobro do mercado em 2018, a Scania inicia o ano de 2019 com expectativas em alta em relação segmento brasileiro de ônibus rodoviários e urbanos. 
No acumulado do ano, na faixa de atuação da Scania (acima de 8 toneladas de capacidade de carga) a indústria emplacou 12.808 ônibus contra as 10.556 de 2017, num aumento de 21,3%. “A Scania cresceu 45,6%, portanto mais do que o dobro do mercado”, destacou Alan Frizeiro, gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Em 2019, teremos muitos desafios, mas estamos prontos para continuar surpreendendo o cliente com a melhor solução que para nós engloba produto, serviços, gestão de frota, conectividade e modalidade financeira.
Somente em 2018, a Scania comercializou 760 unidades no mercado acima de 8 toneladas contra as 522 de 2017. Resultado que elevou a participação da marca de 4,9% para 5,9%. Do total comercializado, 702 chassis foram de rodoviários (acréscimo de 48,4% sobre os 473 de 2017), número que garantiu a Scania pelo segundo ano consecutivo a vice-liderança do segmento. O mercado total de rodoviários emplacou 3.320 unidades (em 2017 foram 1.990). 
Já nos urbanos acima de 8t, a indústria registrou 9.488 unidades, responsável por uma alta de 10,8% em comparação às 8.566 de 2017. A Scania cresceu mais do que o mercado com 18,4%. Foram 58 chassis contra os 49 de 2017 e participação de 0,6%. 
Confiante no desempenho positivo do mercado de ônibus em 2019, a Scania projeta um crescimento de 15% nas vendas em comparação a 2018, na faixa acima de 8t. Os rodoviários, no qual é vice-líder, vão continuar aquecidos com previsão de alta de 20% e nos urbanos haverá grandes oportunidades. 
“Estamos mantendo nossos resultados, conforme o planejado, e convictos de que o ano trará grandes negociações. Os melhores indicadores macroeconômicos e o ambiente muito mais otimista por parte do empresariado nos anima a registrar outro volume expressivo”, afirmou o gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Temos excelentes chassis em nosso portfólio, que oferecem aos clientes o melhor desempenho em rentabilidade, consumo de combustível e disponibilidade durante todo o ciclo de vida na operação. Oferecemos a solução ideal.”
Ainda de acordo com as projeções da marca, o segmento de ônibus rodoviários demandará expressivo volume neste ano. “Estamos seguros que continuaremos progredindo nos rodoviários de motorização traseira, especialmente com nosso campeão K 440 8x2”, revelou. O reaquecimento do fretamento também é uma das apostas da marca. 
Frizeiro reconheceu ainda que oportunidades interessantes deverão aparecer no segmento urbano. “Nossas análises levam em conta as várias licitações de sistemas pelo Brasil, singularmente a de São Paulo, e as melhorias em mobilidade urbana que impulsionarão os operadores a retomar os níveis usuais de renovação de frotas.”, concluiu o gerente.
Principais vendas da Scania em 2018
Segmento rodoviário
53 chassis K 400 6x2 para a Gontijo;
25 chassis K 360 6x2 para a Real Maia;
25 chassis K 360 6x2 para o Grupo Vida;
24 chassis K 360 6x2 para a Viação Progresso;
20 chassis K 360 4x2 para a Viação Santa Cruz;
20 chassis K 360 4x2 de 14 metros para a Viação União Santa Cruz;
20 chassis K 360 4x2 para a Breda Transportes; 
20 chassis K 360 6x2 para a Boa Esperança.   

Segmento urbano
20 chassis K 250UB 4x2 para a Viação Gato Preto (SP);
14 chassis K 310IA 6X2/2 articulado para o ConSor (Consórcio Sorocaba);
11 chassis K 310IB 6x2*4 de 15 metros para a Transol Transporte Coletivo;
4 chassis K 310IB 6x2*4 de 15 metros para a Insular Transportes Coletivos;
1 chassi K 310IB 6x2*4 de 15 metros para a Estrela Transporte Coletivo.

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário