Saiba como melhorar o desempenho da frota

Diversos problemas são vistos como nocivos à saúde financeira das empresas de transporte. Atrasos na entrega, condução inadequada, falta de planejamento das rotas e de manutenção dos veículos estão entre os assuntos que devem ser observados para não perder o equilíbrio nas contas. O desafio do gestor é otimizar recursos para obter mais rentabilidade. Para isso, é preciso implantar ações a fim de prever problemas que, de qualquer maneira, deverão ser enfrentados e lidar com eles de forma antecipada.  
Predo Lion, engenheiro e gerente de produto da Cobli, startup que atua por meio de IoT (Internet das Coisas), fala que uma das alternativas para diminuir os custos das empresas está na automação das informações. “Isso consiste no fato de pegarmos os dados e transformá-los em informações. Por exemplo, o motorista é responsável por dirigir o veículo, e para que a empresa tenho acesso a sua forma de direção, é preciso coletar os dados. O gestor utiliza as informações emitidas, automatizando análises de risco, tempo e forma de direção. Também é possível automatizar lembretes de manutenção, desvio da rota e sobre questões relativas a redução de custos.”
Lion ainda cita que é possível utilizar softwares que são instalados no veículo para monitoramento de desempenho. “É possível ver a variação do consumo de combustível, quilometragem e estabelecer ações a partir dos dados. Existem casos de empresas que conseguiram reduzir em 50% o consumo de combustível apenas escolhendo a hora certa de abastecer e definindo o posto que continha o preço mais baixo.”
Curso de aperfeiçoamento
Atento à necessidade de aumento de eficiência, com redução de consumo de combustível sem perda de produtividade, o SEST SENAT passou a desenvolver o Programa de Aperfeiçoamento para Eficiência Energética. 
Três cursos gratuitos já estão disponíveis: Motorista de Transporte de Cargas SmartDriver, com 12 horas de duração; e Inclusão Digital, com 4 horas de duração (ambos presenciais); e o curso a distância Gestão de Combustível – Fuel Management, com 8 horas de duração. Em breve, o programa também disponibilizará o curso Motorista de Transporte de Passageiros SmartDriver, com 12 horas de duração. Além da redução de custos com o gasto de combustível, as técnicas apresentadas nos treinamentos ajudam a diminuir a emissão de poluentes e, assim, a pegada ambiental do transporte. 
O programa é resultado de um acordo internacional de cooperação técnica firmado pelo SEST SENAT e pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) com o NRCan (Ministério dos Recursos Naturais do Canadá) e com o ICCT (Conselho Internacional de Transporte Limpo). Os profissionais capacitados recebem uma certificação internacional do programa canadense FleetSmart.
Clique aqui e conheça o programa de eficiência energética.
FONTE: CNT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário