Hegelmann Transporte Group adquire 540 caminhões DAF XF

Com o objetivo de renovar e ampliar a frota, a Hegelmann Transporte Group, empresa alemã especializada no transporte internacional de cargas, fechou recente a compra de 540 DAFs XF 480 Super Space Cab. Este é o terceiro grande pedido recebido pela montadora holandesa nos últimos meses. 
A compra expressiva foi reforçada pela boa experiência que a empresa vem tendo com 100 unidades da última geração do XF. Segundo a Hegelmann, os motoristas elogiam o conforto e o espaço da cabina na Super Space Cab, juntamente com excelentes características de condução inerentes ao modelo top de linha da DAF. "Como há uma grande escassez de motoristas profissionais, isso também desempenha um papel importante em nossa escolha de mais uma vez optar pelo DAF XF", diz Siegfried Hegelmann, um dos proprietários da empresa familiar. 
Com entregas programadas ao longo de 2019 e 2020, os modelos recém-adquiridos pela Hegelmann Transporte Group contam com motor PACCAR MX-13 de 355kW / 483 cv, PCC (Predictive Cruise Control), LDWS (Sistema de Alerta de Partida de Faixa), AEBS (Advanced Emergency Braking System) e ACC (Adaptive Cruise Control). Quando combinados, estes itens garantem conforto, segurança e economia de combustível de alto nível. 
Com intervalos de manutenção de até 200.000 quilômetros, os modelos adquiridos pela Hegelmann contarão com com uma densa rede de concessionárias DAF, com mais de 1.100 revendedores e pontos de serviço na Europa.
"Para tornar nossa estratégia de crescimento internacional um sucesso, exigimos o máximo de tempo de atividade e o maior retorno possível por quilômetro", afirma Siegfried Hegelmann. “A DAF entende isso como nenhuma outra. Nossa lucratividade é o seu objetivo - que faz da DAF nosso parceiro ideal ". 
Fundada em 1998, a Hegelmann Transporte Group é especializada no transporte just-in-time para a indústria automobilística, pesada e alimentícia. Atualmente a empresa alemã conta com 4.000 colaboradores, 2.000 caminhões e 2.000 semirreboques.
TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 

Postar um comentário

0 Comentários