Princesa dos Campos é finalista do prêmio Sesi ODS

O Expresso Princesa dos Campos é um dos cinco finalistas da terceira edição do Prêmio Sesi ODS no segmento Empresa - Grande. Ao todo, a premiação contou, nas 13 subcategorias, com a inscrição de 361 instituições que apresentaram suas melhores práticas para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Somente no segmento Empresa - Grande, foram 55 inscrições. O resultado dos vencedores será divulgado no dia 30 de outubro em cerimônia durante o Congresso Sesi ODS.
O Plano de Controle Ambiental foi a iniciativa inscrita pela Princesa dos Campos. Trata-se de um projeto cujo objetivo principal é orientar, formar, controlar, monitorar, fazer o gerenciamento e dar a destinação adequada a todos os resíduos - perigosos ou não -gerados pelas operações logísticas. O Plano está diretamente ligado aos princípios do 4RD (Reduzir, Reciclar, Reutilizar e destinar Adequadamente) adaptando-se aos princípios dos 3R’s do Programa Desperdício Zero do Estado do Paraná. “O Plano de Controle Ambiental  é  uma  prática  diária   da  empresa  e ficou entre as cinco melhores iniciativas de todo o Estado. Portanto, estar entre os finalistas do prêmio é um grande reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo Expresso Princesa dos Campos”, ressalta Florisvaldo Hudinik, diretor presidente da Princesa dos Campos.
O Prêmio Sesi ODS visa incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas   que contribuam para o alcance dos objetivos e metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. O Prêmio  contribuirá também para a formação de um “banco de práticas”  que servirá de referência na implementação e disseminação da Agenda 2030. As práticas   são   divididas nas seguintes categorias e subcategorias: Indústria - Micro e pequena, Média e Grande; Poder Público - Municipal e Estadual; Organização da Sociedade Civil: Municipal, Estadual e Federal; Instituições de ensino - Educação básica e Superior; e Empresa - Micro e pequena, Média e Grande.
Com atividades ligadas ao transporte de passageiros e encomendas, as operações da Princesa dos Campos exigem grande consumo de água, pneus e produtos como óleo e filtros, além de peças, componentes e acessórios dos veículos. Papéis, plásticos ,papelão e ferro são outros resíduos decorrentes das operações da empresa. “A Princesa dos Campos sempre fez diversas ações visando a redução dos impactos ambientais. No entanto, eram realizadas pelos setores que geravam esses resíduos. O Plano de Controle Ambiental reuniu todas essas ações e consegue fazer a mensuração de tudo que é gerado e a posterior gestão desses materiais”, acrescenta Hudinik.
Como resultado, a empresa obteve a redução de 90% do consumo de água na higienização e lavagem dos veículos da frota, através da implantação de um sistema que permite o tratamento para reúso da água e controle do descarte de efluentes dentro dos padrões exigidos pelos órgãos ambientais. Também é feita a destinação ambientalmente correta de 100% dos resíduos perigosos e não perigosos.
Os  dados de  2017  mostram  os resultados  do Plano: seguiram  para  reciclagem 16.980 litros de óleo usado, 15.282 quilos de ferro e 18.642 quilos de papel, plástico e papelão. Completam esses números cerca de 50 pneus usados recolhidos mensalmente por empresas reformadoras.
FONTE: Divulgação 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário