Fiscalizações no Anel Rodoviário de BH apontam irregularidades em 70% dos caminhões

Prestes a completarem 1 ano, as operações de fiscalização de caminhões que circulam pelo Anel Rodoviário de Belo Horizonte, Minas Gerais, importante via que interliga as rodovias BR-040 e BR-381, revelam um elevado número infrações e irregularidades em caminhões.
Na última semana, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) com o apoio da Via 040, concessionária responsável por um trecho de 10 quilômetros da via, a 14ª edição da operação. Ao todo foram 46 caminhões fiscalizados e 38 autuados por algum tipo de irregularidade, sendo 7 caminhões com pneus carecas, 13 com problemas elétricos, 2 condutores sem cinto, 8 veículos sem faixas reflexivas obrigatórias, 1 sem disco de tacógrafo, 3 veículos com dados incorretos no disco de tacógrafo, 1 veículo sem tela na carga, 1 veículo não licenciado e removido e 2 veículos sem estepe.
“A gente percebe a negligência dos condutores e até de empresas, porque são manutenções que precisam ser feitas periodicamente, e as pessoas deixam de lado. Estão mais preocupadas em fazer viagens e arrecadar do que propriamente com a conservação que vai preservar a vida delas e de outros”, afirma Fábio Gerardi, coordenador de Operação Viária da Via 040. 
Outro fator que tem chamado a atenção dos agentes durante as operações de fiscalização é falta de manutenção e atenção com o sistema de freios dos veículos. Em muitos veículos a gente identifica o sistema de freio motor desativado. Dessa forma, eles acabam usando mais o freio hidráulico e aí acabamos identificando peças já desgastadas, que contribuem para a perda de freio”, revela o coordenador.
“As fiscalizações são de suma importância para mostrar que os condutores não podem andar de qualquer maneira. O objetivo é mostrar para as pessoas que elas estão sendo fiscalizadas e que devem tomar as medidas necessárias”, destaca o tenente André Muniz, da PMRv.
Segundo as equipes envolvidas nas ações, a intenção é repetir as operações integradas de fiscalização o máximo possível e que este ano ainda devem ocorrer mais quatro ou cinco blitzes.

Balanço de 14 operações de fiscalização 
As operações de fiscalização de caminhões no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, fazem parte de um conjunto de propostas feitas pela Prefeitura da capital mineira afim de reduzir de forma significativa o números de acidentes graves na via, especialmente envolvendo veículos de carga. 
De acordo com o balanço da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) e da Via 040, as 14 edições foram responsáveis pela vistoria de 680 veículos pesados, sendo 478 multados por algum tipo de irregularidade, ou seja, 70% dos veículos fiscalizados apresentaram irregularidades passíveis de multas. 

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: Estado de Minas
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário