Você sabe que documentos devem acompanhar o Transporte de Produtos Perigosos?

O Transporte de Produtos Perigosos requer muito planejamento e uma operação meticulosa para evitar acidentes cujas consequência são sempre muito graves. Isso faz com que essa modalidade de transporte seja permanentemente alvo de intensa fiscalização por parte das autoridades governamentais.
Para mitigar os riscos de acidentes vários documentos são exigidos, a saber:

Quando o veiculo sair abastecido do embarcador, deve portar os seguintes documentos:
 - Ficha de emergência , Rotulo de emergência, Envelope para transporte,  CIPP - Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos: documento expedido pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia e Normalização e Qualidade Industrial), Sinalização da carga através de Placas com os rótulos de riscos e painéis de segurança.

- O Motorista deve portar: Carteira Nacional de Habilitação; Cédula de Identidade e Certificado de Conclusão do Curso de Movimentação de Produtos Perigosos (MOPP) o porte desse documento é necessário somente se o campo observações da Carteira Nacional de Habilitação não apresentar a informação “Transportador de Carga Perigosa”.

Documentação do Veículo: 
- Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (seguro obrigatório, IPVA, Renavan);

- Portar o conjunto de equipamentos para situações de emergência do veículo

- Identificação (adesivo) do RNTRC (registro nacional de transporte rodoviário de carga) da ANTT
 LICENÇAS:
- Certificado de Regularidade expedida pelo IBAMA

- Autorização Ambiental Para O Transporte Interestadual De Produtos Perigosos expedido pelo IBAMA (no caso de transporte entre Estados)

- Certificado de Licença de Funcionamento expedido pela Polícia Federal (no caso de Transporte de produtos controlados pela Polícia Federal)

- Alvará para transporte de Produtos Controlados expedido pela Polícia Civil (no caso de Transporte de produtos controlados pela Polícia Civil) obs. Não são em todos os Estados que a Polícia Civil expede o Alvará

- Licença Ambiental Estadual, que alguns Estados ainda exigem

- Certificado de Registro expedido pelo Exército Brasileiro (no caso de Transporte de produtos controlados pelo Exército) 

OBS: Deve constar em seu anexo a relação de veículos e a relação de produtos autorizados a transportar, porém apesar da Lei ser Federal, algumas Regiões Militares não expedem este anexo, mas seu cadastro é identificado.

- Caso o produto for controlado pelo Exército Brasileiro, deve portar a Guia de Trafego e Plano de emergência junto ao Exercito caso seja algum produto explosivo;

P.S. No caso de transporte de resíduos deve respeitar os mesmos procedimentos.

No que tange as legislações Ambientais, os órgãos estão cumprindo com rigor, e aplicando multas altíssimas, além de responder nas três esferas (administrativa, civil e penal), conforme dispõe a Lei Crimes Ambientais Lei nº 9.605/98.
Portanto caso tenham duvida em relação aos produtos que estejam transportando, caso tenham adquiridos novos veículos que estão transportando produtos perigosos, entrem em contato para que possamos incluí-los nas licenças.
Através de avisos como este a Dinâmica, através de um trabalho sério que o assunto exige, coloca-se a disposição para eventuais duvidas sobre licenças através do Telefone 11 3326-1033

Artigo: Gustavo Bertelli - Proprietário da Dinâmica Assessoria em Documentos. Despachante Credenciado pelo CRDD nº 000085-5 e pela Secretaria de Segurança Pública SP nº 10.196. Bacharel em Administração de Empresas e especialista em Licenças de Produtos Perigosos e Controlados
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário