Sobe para 18 o número de pontos de protesto de caminhoneiros em Minas Gerais

A paralisação nacional de caminhoneiros contra os consecutivos e diários aumentos nos preços do combustíveis, segue ganhando força em todo o país, especialmente no estado de Minas Gerais. O protesto inicialmente convocado pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), ganhou força em todo o país após outras entidades confirmarem apoio e adesão. 
De acordo com as informações recentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 18 pontos de manifestações estão sendo registrados em 6 rodovias federais que cortam o estado mineiro. A BR-040 segue liderando com seis pontos de bloqueio nos seguintes pontos: KM 618, em Congonhas, KM 627, em Conselheiro Lafaiete, KM 699, em Barbacena, KM 780, em Juiz de Fora e KM 808, em Matias Barbosa. Apenas no KM 497 da BR-040, em Esmeraldas, não há registro de bloqueios, mas segundo a corporação caminhoneiros já se concentram no local.
Os bloqueios no trecho privatizado entre Brasília e Juiz de Fora seguem acontecendo e aumento mesmo após a Justiça Federal atender a um pedido da VIA040, concessionária que administra o trecho, e conceder uma liminar ordenando a liberação da rodovia e proibindo qualquer tipo de bloqueio, seja parcial ou total. 

LEIA: Justiça proíbe protestos e bloqueios de caminhoneiros na BR-040 

A BR-381 é a segunda colocada em números de protestos e pontos de bloqueio. As informações da PRF apontam para bloqueios no KM 617, em Oliveira, no KM 690, em Lavras, km 513 em Igarapé, e no KM 361 em João Monlevade. 
Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os protestos também ocorrem no KM 437 da BR-146, em Guaxupé, no KM 504 da BR-251, no município de Francisco Sá, nos KMs 368 e 412  da BR-262 em Juatuba e Igaratinga respectivamente, no KM 49 da BR-262 em Manhuaçu, no KM 768 da BR-116, em Leopoldina e nos KMs 804 e 808 da BR-116, próximo a Além Paraíba.
Assim como nos protestos que acontecem em outros estados brasileiros, apenas caminhões estão sendo impedidos de seguir viagem e ocupam o acostamento e uma faixa de cada rodovia. O trânsito segue liberado para veículos de passeio, ônibus e veículos de emergência em uma faixa.

Confira a lista de pontos de bloqueio em Minas Gerais: 
Saiba tudo sobre a greve de caminhoneiros: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário