21ª Fenatran espera mais de 60 mil visitantes

A 21ª Fenatran - Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, que ocorrerá entre os dias 16 e 20 de outubro em São Paulo, deve atrair mais de 60 mil visitantes, segundo os organizadores. O evento contará, neste ano, com a participação de cerca de 350 marcas que integram toda a cadeia produtiva do setor. 
Além de fabricantes de caminhões, as principais empresas de implementos rodoviários, fabricantes de autopeças, componentes e equipamentos participarão do Salão. O evento também reúne marcas do segmento de gestão de frotas.
De acordo com pesquisa realizada pela Reed Exhibitions, responsável pela organização da Fenatran, junto aos participantes da edição de 2015, 98% dos visitantes reconhecem o evento como o principal no setor e como a marca amplamente consolidada no mercado. Além disso, 86% acreditam que a participação na Fenatran foi importante para entender a movimentação do mercado atual. 
Os dados também apontam que as montadoras de caminhões e de veículos comerciais é o segmento em que 73% dos visitantes estão mais interessados, seguido dos fabricantes de implementos rodoviários, com 58%. Em seguida, aparecem fabricantes de equipamentos, componentes e acessórios (36%), fabricantes de autopeças e motores (33%) e fabricantes e/ou reformadores de pneus (31%), entre outros. 
Neste ano, a Movimat – 32ª edição do Salão Internacional da Logística Integrada, acontecerá simultaneamente à Fenatran 2017, no mesmo local de exposições.
FONTE: CNT 

 Receba por Email

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Eu pagaria uma fortuna para ir ao Mid America Trucking Show, nos Estados Unidos, mas nessa Fenatran eu não vou nem se fosse grátis; qual é a graça de ver cabines que mais parecem guarda-roupas, um design sem graça. Esse povo brasileiro é muito acomodado ao que o Estado e as montadoras querem lhe impor, não exigem melhorias. Em países como Chile, Equador, Bolívia, Peru e Colômbia você tem muito mais opções de compra, inclusive pode adquirir caminhões americanos, enquanto que aqui o que vale é a ganância dos frotistas e do governo que valorizam muito mais a carga do que o motorista, e o resultado é esse que vemos. Estou disposto a pagar o dobro por um caminhão diferente, mas um dia vou ter um caminhão projetado ao MEU gosto.

    ResponderExcluir