Reajuste no combustível gera transtorno para transportadoras e caminhoneiros

O reajuste no preço do combustível está gerando grandes prejuízos para as empresas de transporte, como a dificuldade na negociação do frete, que consequentemente,  faz com que as próprias transportadoras e caminhoneiros arquem com os custos, colocando em risco todo o rendimento.
Profissionais do setor afirmam que convivem com a decadência há alguns anos, e tem ficado difícil se manter no mercado.
O reajuste nas refinarias começou a valer a partir do dia 21 deste mês e o diesel, combustível utilizado por esses profissionais, registrou um aumento de cerca de 0,24 centavos por litro.
O setor de transportes já vem se sentindo sufocado há algum tempo com aumento de impostos e diminuição do lucro, prejudicando a permanência de muitos profissionais da área no mercado.
Além da subtração de renda, as transportadoras e caminhoneiros se vêem obrigados a manter o valor do frete, mesmo depois do reajuste, o que dificulta no suprimento de despesas.
Muitos, já estão abandonando o setor.
FONTE: Patos Já 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário