Alimentação saudável ajuda na profissão de motorista

Assim como o diesel é essencial para o funcionamento do caminhão, a alimentação é o combustível do corpo humano. Entretanto, manter uma rotina com hábitos saudáveis pode ser um desafio para quem vive na estrada. Tão importante quanto o descanso diário, a alimentação adequada auxilia o bom funcionamento do corpo, previne inúmeras doenças e, ainda, aumenta a disposição de quem precisa encarar horas atrás de um volante.
A nutricionista Carla Rossini esteve recentemente na Transpanorama, do Grupo G10, conversando com os motoristas e explicou que os alimentos naturais são imprescindíveis para a saúde e até mesmo para a prevenção de doenças, como o câncer. “Nos temperos, abusar da cebola e do alho que são antibióticos naturais e têm propriedades carcinogênicas. As fibras também são importantes para evitar doenças do trato intestinal e melhorar o sistema digestivo”.
De acordo com a nutricionista, o ideal é consumir frutas e verduras diariamente. Em relação as frutas, três a cinco porções por dia são suficientes. Já os legumes e as verduras devem ser consumidos duas vezes ao dia, preferencialmente no almoço e no jantar. “Verduras folhosas podem ser consumidas à vontade. Por isso, antes de se servir com arroz, carne ou o macarrão, priorize um prato de saladas. Não abuse do sal e do azeite e use temperos naturais como alho, cebola e limão”, ressalta.
Os motoristas que conseguem preparar as refeições no próprio caminhão têm a vantagem de cozinhar de acordo com a preferência e, em contrapartida, alimentos mais saudáveis. O cuidado na escolha dos alimentos também vale para aqueles que preferem levar marmitas ou lanches na viagem. Consumir frutas e estar sempre hidratado com água ou sucos é um ponto positivo no combate às doenças e aos efeitos do sono ao volante.

Dicas:
- Prefira alimentos cozidos, assados ou grelhados;
- Coma legumes, verduras e frutas;
- Beba bastante líquido, como água e sucos;
- Evite, refrigerantes, doces, álcool, gorduras, massas e frituras;
- Dê preferência para alimentos naturais;
FONTE: G10 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário