Empresários vão criar comissão para discutir circulação de bitrens e rodotrens na região Sul

Empresários do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) da região da Amurel decidiram criar uma comissão para discutir junto ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Polícia Rodoviária Estadual e deputados estaduais a liberação para a circulação de caminhões bitrens e rodotrens na região que liga os municípios de Gravatal, São Ludgero, Braço do Norte, Orleans, Urussanga e região. 
Para os empresários, a proibição tem gerado inúmeros problemas e custos devido as multas. Eles apontam que a não circulação dos bitrens e rodotrens nas rodovias estaduais da região tem causado prejuízos econômicos para os municípios. A liberação se tornou uma necessidade não apenas para as empresas de TRC como também da agroindústria, indústria e outras.
A comissão fará um levantamento do impacto negativo na economia da região devido a proibição destes tipos de veículos não circularem nas rodovias estaduais.  A empresa Librelato já possui um estudo dos veículos e disponibilizará para contribuir com o relatório a ser entregue as autoridades competentes. 
O presidente do SETRAM (Sindicato das Empresas de Logística e TRC da Região da Amurel), Riberto Lima, enfatizou que já houve uma discussão inicial sobre o assunto com a diretoria da Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Estado de Santa Catarina (Fetrancesc). Ele destacou que tanto o sindicato que ele comanda, quanto a Federação e o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística do Sul de Santa Catarina (Setransc), representado na reunião pelo secretário executivo Luiz Claudio Honorato, apoiam o pleito dos empresários.
O próximo passo da comissão será compilar as informações para, em seguida, agendar uma reunião com os órgãos reguladores e de fiscalização do transporte no Estado. A sugestão é que o encontro ocorra na sede da Fetrancesc em Florianópolis. 
FONTE: Fetrancesc
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário