Preço médio do pedágio pode cair até 20% com novas concessões

As rodovias estaduais que vão a leilão devem ter uma queda média de até 20% do preço do pedágio. Em reuniões nesta quarta-feira para apresentar os projetos, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, ressaltou a jornalistas que os investidores norte-americanos têm demonstrado interesse concreto nos projetos.
Alckmin disse que ainda este ano deve ser publicado o edital da segunda estrada, conhecida como a rodovia dos calçados, que passa por Jaú e Franca, dois polos do setor calçadista. O edital da primeira, a rodovia do Centro-Oeste paulista, já foi publicado na semana passada e o leilão deve ocorrer em 22 de fevereiro de 2017. Na tarde desta quinta-feira, Alckmin tem reunião na BlackRock, a maior gestora de recursos do mundo. Desde ontem, o governador e seus secretários estão apresentando as concessões em uma série de reuniões reservadas com investidores.
A eleição do presidente Donald Trump não deve atrapalhar o interesse do investidor norte-americano neste tipo de projeto, disse Alckmin. “São projetos de longo prazo, não é um investimento de curto prazo. Estamos otimistas”, afirmou ele, destacando que as concessões são de 30 anos.
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai poder financiar até 50% do projeto. A International Finance Corporation (IFC), o braço financeiro do Banco Mundial, se comprometeu a financiar até 30% dos recursos para o vencedor do leilão.
O principal benefício para o usuário com essas concessões é a manutenção das rodovias e os investimentos, ressaltou o governador. Além disso, os projetos preveem atendimento mecânico, médico e wifi nas estradas. “Estimamos uma queda em média em torno de 19% do valor do pedágio”, disse ele falando de uma das rodovias que a concessão vence em 2018 e vai a leilão. No material apresentado para os investidores norte-americanos, fala-se em queda média de até 20% das tarifas nas rodovias que vão a leilão. “Nossa meta é até maio do ano que vem o contrato já estar assinado.”
Alckmin ressaltou que São Paulo tem 20 concessões de rodovias e o Estado tem este tipo de projeto desde 1998. Uma das vantagens é gerar emprego, ressaltou, destacando que essas rodovias empregam 26 mil pessoas.
FONTE: IstoÉ
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário