Caminhoneiros seguem presos no Chile há quase um mês

Perto de completar um mês sem poderem voltar ao Brasil, os caminhoneiros brasileiros que estão presos nos Chile vivem a expectativa de poderem voltar para o país ainda nesta semana. Expectativa de lá e de cá, já que as famílias também esperam ansiosas o retorno dos profissionais das estradas. A previsão é que ainda nesta quinta-feira, 03, eles consigam a liberação.
Os caminhoneiros, cerca de 40 e a maioria de Concórdia e região, viajaram para o Chile há quase um mês e, mesmo já tendo feito a entrega da carga, não conseguem voltar. Primeiro foi a nevasca não prevista que bloqueou a passagem dos caminhões. Depois, foi a greve dos profissionais da Aduana em todo o país, que iniciou há quase quinze dias e ainda não terminou. Agora, eles seguem esperando na capital chilena, Santiago.
Eles relatam bastante dificuldade para se manter por lá. Os motoristas têm problemas para alimentação e também para lidar com o frio, que ainda atinge a região. Para garantir as refeições, eles têm precisado ir constantemente ao mercado comprar alimento. Espera-se que a greve da aduana, que controla a entrada e saída de mercadorias, termine hoje, mas não há certeza.
FONTE: Rádio Rural 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. esse pessoal da aduana esta se lixando para o comercio internacional e seus transportadores .

    ResponderExcluir